Esse ano completo duas décadas na área de E-commerce e Marketing Digital. Para um segmento tão novo, pode-se dizer que faço parte de uma turma que acompanhou empresas dominarem o mundo em pouco tempo e outras desaparecerem tão rápidas quanto surgiram. Em 1998, a Amazon tinha quatro  anos, mas já faturava quase US$ 1 bilhão/ano (ultimamente ela tem 2 bi de lucro no quadrimestre).

Já o Google, naquela época era um buscador pouco conhecido e o Yahoo parecia não ter concorrente a altura. E o Facebook? Bom, Mark Zuckeberg era um adolescente de 14 anos que provavelmente estava mais preocupado com os videogames da época. O ponto onde quero chegar é, num ambiente tão dinâmico e “volátil”, ainda vejo profissionais e empreendedores em busca da "fórmula pronta". Ainda ouço "professor, qual o percentual de investimento recomendado para cada mídia, no segmento do meu produto?"

Minha resposta para essa questão nos cursos de Marketing Digital ou em consultoria é: não existe "fórmula pronta" existe "profissional antenado". Sim, antenado com os KPIs de audiência e conversão de vendas gerados pelas mídias e também conectado com as alterações tecnológicas do mercado. Isso por que, neste mercado, o que funciona hoje pode não funcionar amanhã.

Recentemente conheci o Rafael Calixto, Social Media Manager da RecordTV. Trata-se de um "monstro" na área, cujo trabalho é reconhecido com várias premiações internacionais e que fizeram a emissora abrir uma grande frente nessa área em relação à concorrência. Se você perguntar para ele qual a fórmula do sucesso ele vai dizer que “a única regra em mídia social é que não existe regra”. Na prática, o que ele fez desde o início foi sempre procurar entender todos os movimentos do Facebook e "surfar a onda" ao máximo.

Há uns dois anos quando percebeu que o vídeo passou a ser valorizado pelo algoritmo da rede social, ele focou sua produção de conteúdo para este formato e aumentou rapidamente seu alcance orgânico. Já nesse ano, a prioridade é entender as mudanças drásticas impostas ao algoritmo do Facebook que causaram grande impacto nos resultados dos anunciantes e publicadores de conteúdo.

Um dos professores da Impacta e consultor de SEO, JB Queiroz, levou seu portal o Canal do Ensino a bater a audiência de 1 milhão de visitas em menos de 2 anos e sem gastar em mídia paga. Qual a fórmula? JB estuda a fundo o funcionamento do Google e suas atualizações. Por exemplo, quando o Google configurou seu algoritmo para valorizar sites que carregavam rapidamente, ele de imediato começou a ajustar com precisão os servidores do Portal para garantir a melhor performance de velocidade.

E como se manter antenado em um mundo que jorra informação como se fosse mangueira de bombeiro e só conseguimos tomar a água com um canudinho? Aí é que está o ponto crítico da questão: se você seguir um portal de informação por área de marketing digital já terá muita informação para consumir. Então comece seu dia lendo sobre a mídia que está dando mais resultado para o seu negócio, e depois passe para as outras sempre focando nas oportunidade e possíveis ameaças de tecnologia. Ainda que uma empresa utilize os serviços de uma agência de marketing digital, é mandatório que o profissional que interage com ela, esteja a par das mudanças do mercado.

Em outras palavras é mais fácil fazer previsão econômica no Brasil do que criar uma fórmula pronta de marketing digital que dure por muito tempo. E então, já se deu uma olhada nos KPIs e se atualizou hoje?

 

Daniel de Castro Cardoso

Professor de Marketing Digital e E-commerce na Impacta Treinamentos