Empresa consolida processos de negócio, internaliza a contabilidade e torna os processos de gestão mais eficientes, apoiada pelos pratas da casa e por sistemas de gestão empresarial

Se você é daqueles que acredita que só é possível profissionalizar uma empresa trocando os pratas da casa por profissionais com vários títulos internacionais e carreiras em companhias multinacionais, ou pensa que apenas a implantação de um sistema integrado de gestão empresarial estrangeiro é capaz de inovar e otimizar os processos de gestão, está na hora de rever seus conceitos.

Com mais de mil lojas espalhadas pelo País, a Farmácia do Trabalhador do Brasil quebrou esse paradigma, transformando a gestão tradicional em um modelo de gestão mais eficaz, eficiente e profissional, utilizando os pratas da casa para se transformar em um gigante do varejo farmacêutico.

Atual CFO, Niedjon Flávio, começou atrás do balcão de umas das lojas como vendedor quando o grupo tinha apenas cinco lojas. Hoje, além de suas atribuições de diretor administrativo e financeiro, é o responsável pela otimização dos processos, melhoria contínua dos controles, simplificação do fluxo de trabalho e adoção de políticas robustas de governança corporativa e tecnológica da informação. Thiago Ramos que também iniciou sua carreira como vendedor, hoje é o COO e comanda toda a operação comercial da cadeia de suprimentos. Alinhado com a estratégia de profissionalização traçada pela presidência e diretoria da empresa, o gestor de TI, Gilvandir Tenório, também começou de baixo e desde que assumiu a área vem transformando o departamento, focando seus esforços na alta disponibilidade dos sistemas de gestão, qualidade da informação e na adoção de políticas de compliance.

Ao longo da trajetória de transformação e profissionalização do grupo FTB, os pratas da casa entenderam que era necessário adotar um sistema integrado de gestão empresarial capaz de atender as demandas do Back-Office ao Ponto de Vendas. Após avaliar vários softwares de gestão empresarial e automação comercial, decidiram pela implantação do Procfit Business Suite.

Na primeira etapa do projeto o foco foi a unificação dos cadastros, revisão do mix de produtos e a substituição do sistema de automação comercial. O objetivo era resolver problemas crônicos de integração entre a central administrativa e os mais de 1000 pontos de vendas, além de ter controle sobre a movimentação dos produtos e tornar a conciliação das transações financeiras e fechamento de caixa das lojas mais eficiente.

Em seguida os esforços foram direcionados para a implantação dos processos de gestão comercial, suprimento de mercadorias nas lojas, integração com os fornecedores, inventário, gestão financeira e na criação de uma central de inteligência, que trouxe redução de custos e mais credibilidade nas informações e indicadores de gestão.

Com os processos de negócio consolidados em um único sistema, a terceira etapa do projeto focou os esforços nos processos contábeis e tributários, dando maior agilidade no cumprimento das obrigações acessórias, transparência e assertividade na apuração dos impostos e nos resultados do grupo.

Para Niedjon Flávio, o apoio do presidente do grupo FTB, Erlan Bezerra, foi fundamental para o sucesso do projeto. "Nosso presidente é um grande visionário, quando atingimos um considerável volume de lojas e consolidamos a marca Farmácia do Trabalhador do Brasil, ele nos entregou uma nova meta. Profissionalizar e tornar os processos de gestão mais eficientes para enfrentarmos uma concorrência cada vez mais acirrada, já prevendo a expansão de outras redes do varejo farmacêutico", destaca Niedjon.

Os esforços da complexa e desafiadora jornada de profissionalização e da implantação de um sistema integrado de gestão empresarial e automação comercial, já refletem positivamente nos números e nos planos da companhia, conforme relata Edmundo Rodrigues, diretor de projetos da Procfit. "Além de reduzir custos e consolidar os processos de gestão, a implantação do Procfit Business Suite materializou um grande desejo da diretoria e presidência do grupo FTB, a internalização da contabilidade, antes executada por diversos escritórios contábeis terceirizados".

Por falar em planos, já está em andamento a audaciosa etapa de adoção do Procfit Business Suite nos processos de recursos humanos e departamento pessoal, concluindo a implantação de um único sistema capaz de atender todos os processos do Back-Office ao Ponto de Vendas, de uma das maiores redes do varejo farmacêutico do Brasil.