Trabalho em uma área de Inovação, o setor se chama Inovação!!! E como é normal nestas áreas meus colegas são todos profissionais de tecnologia e pensam como tal. É muito interessante perceber o esforço deles para reinventar a roda da Ciência da Informação.

Tenho participado de eventos e nestas oportunidades um dos temas recorrentes é a pergunta "Qual o profissional indicado para atuar nas áreas de inovação tecnológica?" Na minha humilde opinião a resposta para esta pergunta seria um híbrido entre Profissional da Ciência da Informação e Profissional da Tecnologia da Informação.

"Qual o profissional indicado para atuar nas áreas de inovação tecnológica?"

Existe no mercado uma carência muito grande de profissionais multidisciplinares, que detenham conhecimentos que abarquem as duas áreas. De um lado temos bibliotecários e arquivistas centrados em suas técnicas sem conseguir conversar com tecnologia e de outro temos profissionais de TI centrados em suas tecnologias sem conseguir conversar com as técnicas de Ciência da Informação.

As duas áreas são complementares, bibliotecários/arquivistas/cientistas da informação mapeiam, organizam, ordenam, agrupam, padronizam e sistematizam a informação desde sempre, hoje a tecnologia da informação usa outros nomes para as mesmas técnicas já experimentadas à exaustão em Centros de Documentação.

bibliotecários mapeiam, organizam, ordenam, agrupam, padronizam e sistematizam a informação desde sempre

Vemos que nas Academias a formação destes profissionais não é voltada para a colaboração, cada qual fica em seu nicho e não interage, acabando por desconhecer o que o outro pode contribuir e de que forma podemos trabalhar juntos. Existe também muito preconceito um achando que o outro está invadindo seu espaço, sendo que a necessidade do mercado hoje é exatamente das técnicas dos dois, conjuntas e complementares.

Acredito firmemente que nesta parceria está a saída para a derrocada da profissão do Bibliotecário e também que a área de Tecnologia da Informação se beneficiaria imensamente dos conhecimentos e metodologias elaboradas e testadas em diferentes ambientes e situações, para não ter que reinventar a roda.

 

Suzana Reis

Coordenadora de Projetos | Metrofile Brasil Gestão da Informação