O ano de 2020 foi marcado pelo online. Com a adoção do isolamento social, as atividades virtuais aumentaram e as pessoas intensificaram o uso de dispositivos móveis e redes sociais. A Squid, empresa líder em marketing de influência e comunidades do Brasil, realizou uma pesquisa e concluiu que 90%, dos mais de 3500 entrevistados, aumentaram o uso de celular durante a quarentena. Além disso, tanto jovens quanto adultos buscaram se conectar mais com a família e amigos, ou ainda buscaram formas de se entreter sem sair de casa.

"O distanciamento social acelerou transformações que já vinham acontecendo. Estamos falando de mudanças permanentes na forma de se trabalhar, consumir e se relacionar. As pessoas redescobriram formas de se comunicar à distância, videochamadas nunca foram tão utilizadas como em 2020", explica Felipe Oliva, cofundador da Squid.

Diante disso, a Squid listou as 5 atividades online que foram mais frequentes em 2020:

1. Mais tempo nas redes sociais: cerca de 77% dos entrevistados, intensificaram o uso do Instagram, Tik Tok, Facebook ou qualquer outra rede social, durante 2020.

2. Mais utilização dos serviços de streaming de vídeos: assistir um filme ou uma série tornou-se um hábito ainda mais popular para 64% das pessoas.

3. Passando mais tempo em serviços de mensagem: se comunicar com amigos ou a família é atividade frequente para a maioria das pessoas, mas durante a pandemia se tornou ainda mais relevante para 64% dos entrevistados.

4. Mais música em plataformas de streaming: o distanciamento social nos obrigou a passar o ano todo em casa e um dos entretenimentos mais utilizados por mais de 40% dos entrevistados foi ouvir música.

5. Consumindo mais notícias online: a preocupação com a pandemia mostrou que, seja por vídeo ou por texto, mais de 32% das pessoas passaram a consumir mais informações por ferramentas online.