SoftExpert elenca 6 tendências da transformação digital para 2024

SoftExpert elenca 6 tendências da transformação digital para 2024

IOT, low-code, inteligência artificial e sistemas de gestão de energia estão entre as inovações citadas por CEO da empresa de tecnologia

De acordo com dados do Gartner, os gastos mundiais com tecnologia devem chegar ao patamar de US$4,7 trilhões ao final de 2023, um aumento de 4,3% em relação ao último ano. A pesquisa ainda destacou que a tendência mais forte de 2023 foi a automação de processos, prática que diminui gastos e garante maior eficiência. Seguindo o cenário de tendências, empresas que segmentam seus produtos para a transformação digital, como a SoftExpert, fornecedora global de soluções para a gestão integrada da conformidade e inovação, ganham espaço de destaque no mercado.

Pensando nisso, Hermínio Gonçalves, CEO da SoftExpert Brasil, elencou 6 tendências para 2024:

Ecossistema de integração

Impulsionada pelo crescimento do mercado SaaS (Software as a Service), a união de soluções em um único ecossistema, tornando tudo mais automatizado e eficiente, deve ser potencializada em 2024. As integrações entre as tecnologias estão proporcionando entregas cada vez mais completas aos clientes, que avançam na jornada de transformação digital.

IOT

Em um mundo cada vez mais digitalizado, a colaboração entre humanos e tecnologia se torna fundamental para a inovação e criação de valores nas empresas. Um exemplo que já é uma tendência no ano de 2023 e segue para 2024 é a utilização da Internet das Coisas (IoT), que envolve interconexão digital de objetos cotidianos com a internet e com as pessoas. Em 2024, muitos dispositivos estarão conectados, fornecendo uma quantidade imensurável de dados e possibilitando a criação de ambientes inteligentes e integrados.

No-code/ Low-code

As plataformas Low-code/No-code consistem em ferramentas que ajudam a fomentar a inovação, ao permitir que as empresas criem soluções para problemas e necessidades do dia a dia, sem depender de uma programação tradicional, a qual demanda tempo, profissionais especializados e alto custo.

Pesquisas da Gartner mostram que até 2025, 65% das soluções criadas para empresas serão produzidas em low-code e no-code, tanto por sua versatilidade, quanto pela segurança que oferecem na construção de soluções complexas que suprem a demanda do mercado.

Sistemas inteligentes de gestão de energia

Outra tendência é a preocupação com o meio ambiente e as práticas ESG. À medida que a conscientização avança, organizações e governos tendem a buscar soluções para reduzir os impactos negativos de suas ações no meio ambiente. A aplicação de sistemas inteligentes de gestão de energia e monitoramento em tempo real tem o potencial de reduzir significativamente o consumo em edifícios, fábricas ou quaisquer infraestruturas corporativas. A utilização de sensores, análise de dados e automação permite identificar e corrigir ineficiências, resultando em economia de recursos e diminuição das emissões de carbono.

Inteligência Artificial

Uma das tendências atuais mais fortes no mercado é a utilização de Inteligência Artificial (IA) para a transformação da sociedade. Essa tecnologia impulsiona o crescimento econômico e apoia os avanços na ciência para melhorar condições de vida no planeta. Desde empresas grandes até empresas pequenas, vêm utilizando IA de maneiras diferentes buscando melhorar a eficiência de seus processos.

No entanto, ainda há muitas possibilidades promissoras para aplicação da IA. A introdução de novas tecnologias precisa ser feita de maneira estratégica. Um fator de sucesso é priorizar demandas com baixo risco e alto impacto, por exemplo IA sugerindo indicadores para um objetivo estratégico, ou controles para um determinado tipo de risco, e depois expandir gradualmente para outros processos.

Análise prescritiva

A análise prescritiva utiliza dados, processos e algoritmos para fazer previsões, simulações e otimizações em ambientes de negócios. A estratégia ajuda as organizações a alcançarem seus objetivos de negócios por meio de ações que geram satisfação do cliente, lucratividade e redução de custos. Dessa forma, decisões estratégicas são tomadas com base em eficiência e análise de dados.

“Tendo como centro dos negócios a satisfação dos clientes e o cumprimento dos objetivos das empresas, é essencial que estas passem a investir ou comecem a apostar nas tendências listadas, que envolvem análise de dados, soluções personalizadas, integração entre tecnologias, preocupação com o meio ambiente e sistemas de gestão para a ano de 2024”, opina Hermínio Gonçalves, CEO da SoftExpert Brasil.

Atuante no setor de transformação digital, a SoftExpert une serviços voltados para a otimização de gestão e processos em diferentes níveis e segmentos em um único contrato, atribuindo eficiência, agilidade e economia a seus mais de 2 mil clientes e 600 mil usuários. Ao avaliar as demandas dos clientes, a empresa oferece desde gestão de negócios, qualidade empresarial, riscos corporativos e gestão de projetos até gestão ambiental e governamental em uma plataforma integrada.

Share This Post

Post Comment