A maior empresa de construção civil do estado do Espírito Santo passou a experimentar aumento de produtividade, as vantagens da mobilidade e conseguiu eficiência energética após instalar as ferramentas de virtualização da VMware em seu data center. Antes de centralizar o data center em um rack com seis servidores Dell, a área de TI da Lorenge S.A. desempenhava um papel muito mais operacional do que de gestão do ambiente. Segundo Felipe Lorenzon, gerente de TI, a construtora contava com sete servidores tradicionais instalados no CPD, que desempenhavam tarefas de forma desorganizada. As máquinas ficavam sobrecarregadas e as aplicações tinham desempenho comprometido. “A partir do momento que decidimos repensar a arquitetura de nosso data center, conhecemos as soluções VMware por meio de nosso prestador de serviços Brasp Informática, que implantou servidores Dell com VMware vSphere. Nossa rotina mudou radicalmente”.espionagem 2

A Lorenge S.A. iniciou suas atividades em 1980, já com conceitos estratégicos de planejamento e programas de qualidade para atingir o sucesso. Hoje, se tornou uma empresa com faturamento na casa dos R$ 304 milhões e 1,6 mil colaboradores. Constrói edifícios residenciais, comerciais e hoteleiros, além de shopping center, e acaba de inaugurar uma sede na capital Vitória, cujo projeto está alinhado às regras da certificação LEED – titulação internacional que atesta projetos sustentáveis em todo o mundo.

Solução
Virtualização total do data center e da maioria dos desktops, proporcionando economia e mobilidade

Desafios-chave

  • Atender a demanda por processamento e armazenamento de dados
  • Ter ambiente de alta disponibilidade e escalabilidade
  • Virtualizar desktops
  • Atingir eficiência energética
  • Aumentar a produtividade de usuários locais e remotos

Impacto nos negócios

  • Economia na aquisição e manutenção de hardware e software
  • Melhor desempenho do sistema e das aplicações
  • Agilidade dos profissionais em campo
  • Eficiência energética

Produtos VMware

  • VMware vSphere Enterprise Plus
  • VMware View

Aplicações

  • Google Talk
  • PABX
  • Ferramentas de segurança

Plataforma

  • Servidores e desktops virtuais VMware
  • Seis servidores físicos em rack, dos quais cinco configurados com VMware vSphere
  • Sistema operacional Microsoft e Linux

O desafio
Entre os valores da construtora estão governança corporativa, qualidade e confiabilidade de seus produtos. Nesse sentido, a área de TI precisava atender aos requisitos de eficiência energética e produtividade no projeto da nova sede. “Instalamos novos servidores com a ferramenta VMware vSphere Essentials e logo percebemos que estávamos em uma realidade bem diferente da anterior. Passamos a gerenciar o ambiente a partir de uma plataforma única, com total controle sobre as máquinas, sem ter de fazer mais nada manualmente”, explica Felipe Lorenzon.

O aumento da demanda por processamento e armazenamento de dados acompanhava o crescimento orgânico da empresa. Portanto, a consolidação do data center em uma arquitetura moderna e confiável era necessária. Ao mesmo tempo, Lorenzon tinha como objetivo aumentar o desempenho e a produtividade de usuários locais e remotos.

A solução
Logo que experimentou a transformação para melhor no desempenho e na gestão de seu ambiente, Felipe Lorenzon evoluiu a ferramenta VMware para a versão vSphere Enterprise Plus. O executivo conta que seu data center ganhou redundância eficiente e nunca teve interrupção do trabalho. “Se algum servidor físico cair, os servidores virtuais sustentam a máquina automaticamente e assumem o comando do serviço. Ganhamos também na otimização do processamento.”

Todo o ambiente de TI da Lorenge foi virtualizado. São 150 máquinas virtuais entre rack com seis servidores físicos Dell e desktops. O trabalho remoto de muitos funcionários em várias obras da construtora a levou a instalar também o VMware View, o que facilitou o acesso às aplicações, inclusive a visualização de projetos em sistema AutoCAD. O conceito de BYOD (bring your own device) já é uma realidade irreversível na construtora, que adotou smartphones e tablets. “É uma facilidade muito grande. Até quanto estamos fora do país entramos no desktop virtual da empresa para acessar qualquer aplicação”, afirma Lorenzon.

Impacto nos negócios
Economia na aquisição e manutenção de hardware e software, do storage, de energia elétrica e espaço físico, a facilidade de gerenciamento, a segurança e a produtividade multiplicada foram os principais resultados positivos apontados pela Lorenge no projeto de virtualização.

Para Lorenzon, o desempenho do sistema e das aplicações ganhou uma velocidade surpreendente. Várias aplicações foram hospedadas no ambiente virtual, entre elas Google Talk e PABX.

Futuro
Cloud computing é um conceito que antecipou o futuro da Lorenge. “O fato de usarmos o VMware View comprova que assumimos a computação em nuvem como modelo definitivo”, declara Felipe Lorenzon.

A dificuldade que os grandes centros vivem hoje em relação à mobilidade de sua população transforma o BYOD num padrão cada vez mais próximo da realidade. Como a construtora mantém obras em pontos diversos, não pode criar infraestrutura de TI em cada uma de suas obras. A tendência é de que seus usuários aumentem o uso dos dispositivos móveis para aplicações mais complexas.