Quatro maneiras de utilizar a inteligência de dados para o crescimento dos negócios

Quatro maneiras de utilizar a inteligência de dados para o crescimento dos negócios

Por Cristiano Nobrega, cofundador e CEO da Tail by TOTVS

Trabalhar com inteligência de dados não é mais uma tendência futura e sim uma realidade para qualquer negócio. Conforme a tecnologia avança, cresce também a quantidade de dados gerados. E quanto maior o número de informações processáveis, maior a necessidade de usá-las de maneira inteligente, como aliadas dos negócios. No mundo corporativo, as decisões data driven (direcionadas por dados) são cada dia mais frequentes e trazem resultados mais precisos e produtividade na hora de definir estratégias e direcionar as ações.

Mas ainda há um longo caminho a ser percorrido nessa frente. A pesquisa Tendências em Tecnologia, realizada pela TOTVS e a H2R Pesquisas Avançadas, ouviu mais de 400 empresas brasileiras durante o Universo TOTVS 2022 e constatou que apenas 5% das companhias acreditam fazer bom uso da inteligência de dados em seus negócios. Mais da metade dos entrevistados, 52% deles, afirmam, ainda, que estão longe de utilizar na prática soluções desse tipo. Um outro dado também demonstra o quanto as empresas estão longe de conhecer sua audiência: 43% dos participantes disseram que empresas ainda não conseguem capturar padrões e hábitos de consumo dos clientes gerados pelos canais de comunicação e de vendas.

Diante do imenso volume de informações geradas, utilizar comercialmente estes dados dentro dos parâmetros da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) é fundamental para entender melhor a jornada dos clientes e direcionar estratégias para expandir os negócios. Ou seja, o uso inteligente dos dados pode potencializar a estratégia e a receita. No episódio "Inteligência de dados: a nova mina de ouro”, do podcast Antes Tech do que Nunca, eu falei sobre as ferramentas disponíveis que podem ser adotadas para uma estratégia de marketing mais eficaz. Destaco alguns recursos que podem auxiliar as empresas a estruturarem ou otimizarem seu trabalho de inteligência de dados.

Jornada do consumidor

Sua empresa atende pessoas mais jovens ou mais velhas? Elas consomem mais presencialmente ou online? Os consumidores costumam priorizar a praticidade ou pesquisam muito antes de decidir qual a melhor opção de compra? Se você não soube responder ao menos uma dessas perguntas, é sinal de que é preciso usar melhor os dados a seu favor. Eles vão te dizer exatamente qual é o comportamento dos seus clientes, com possibilidade de identificar tendências de acordo com idade, gênero, região onde vivem, entre outras. Interpretados da maneira correta, eles te guiam a direcionar melhor o seu trabalho de marketing, entender os anseios dos seus stakeholders e qual processo eles seguem até finalizar uma compra.

Otimização de campanhas

Falando em marketing, as campanhas que sua empresa desenvolve também podem ser otimizadas com o trabalho de inteligência de dados. Ao identificar as tendências de vendas e do comportamento dos clientes, é possível direcionar uma campanha para determinado produto, ou saber quais são os dias mais propícios para atingir o público, entre uma série de outras dinâmicas. Isso ajuda a melhorar a produtividade da equipe, direcionar melhor os recursos e atingir seu público-alvo com mais precisão.

Enriquecimento de dados

Com uso inteligente dos dados já implantados, é possível torná-los ainda mais valiosos ao cruzar as informações que você já tem com as de outros bancos de dados, como órgãos públicos, instituições de crédito e análises de padrão de comportamento. Dessa forma é possível construir um perfil completo sobre os consumidores e ser mais preciso ao se relacionar com ele e até mitigar eventuais riscos de inadimplência, sem ficar restrito somente à maneira como eles se relacionam com seu negócio.

Audiencemarketplace

Além de todos os benefícios mencionados que impactam diretamente o core business, os dados geridos de maneira inteligente ainda podem gerar um ativo para a companhia, pois já há a possibilidade de vender e comprar informações de audiência de maneira legal e respeitando a LGPD. Isso possibilita obter informações que auxiliam no direcionamento de campanha e aumento de vendas, como também pode ser uma fonte adicional de renda que pode representar uma adição importante no faturamento.

As opções para trabalhar a inteligência de dados são diversas e seus benefícios também. Mas a jornada de processamento, análise e uso deles deve sempre atender às determinações legais. Respeitar o direito à privacidade de seus clientes também é usar os dados de forma inteligente. Com isso em mente, é chegada a hora de utilizar os dados a seu favor e torná-los aliados. Alternativas para fazer isso não faltam.

Share This Post

Post Comment