Automação RPA e Trabalho Humano: Uma Parceria Necessária para o Sucesso

Automação RPA e Trabalho Humano: Uma Parceria Necessária para o Sucesso

Neste artigo abordaremos os mitos relacionados à Automação de Processos Robóticos (RPA).

No cenário corporativo atual, há uma demanda crescente por serviços de automação de processos, conforme empresas buscam aumentar a eficiência com a utilização de tecnologia.

E é neste contexto que surgem muitos mitos e dúvidas sobre RPA. Vamos então esclarecer algumas concepções equivocadas.

Mito 1: "Objetivo da Automatização RPA é somente reduzir custos"
Um equívoco comum é pensar que a automação visa exclusivamente à redução de custos. Embora isso seja um benefício evidente, não é o único motivo para adotar a automação.

Empresas que adotam estratégias com o uso de Automação RPA conquistam escalabilidade, redução de erros, aproveitamento de oportunidades de mercado e melhoria na qualidade das atividades realizadas pelos colaboradores.

Mito 2: "Preciso fazer mudanças drásticas em meus processos"
Uma pergunta recorrente é se é possível automatizar um processo sem realizar alterações significativas nas rotinas da empresa. A resposta é afirmativa.

Desde que o processo possua entradas e saídas claras e seja digitalizado, a automação pode ser implementada sem grandes mudanças. Automatizar etapas isoladas, sem a necessidade de uma transformação completa, é viável e eficiente.

Mito 3: "Preciso mapear completamente meus processos para automatizar"
Um dos mitos mais disseminados é a crença de que é necessário mapear todos os processos antes de iniciar a automação. Na verdade, o mapeamento de processos representa uma vertente específica de conhecimento.

Em vez de mapear tudo antecipadamente, o recomendado é otimizar os processos existentes e, a partir desse ponto, iniciar a automação. Aguardar por um mapeamento completo pode atrasar o processo desnecessariamente.

Mito 4: "É muito caro implementar RPA"
Isso está longe da verdade. Como mencionado anteriormente, o custo anual de um robô tende a ser significativamente inferior ao de um colaborador alocado para tarefas mais importantes. Além disso, um robô RPA não se cansa e pode operar 24 horas por dia, 7 dias por semana, proporcionando eficiência constante.

Considere também que um minuto de trabalho para um robô equivale aproximadamente a quinze minutos de trabalho para um funcionário humano.

Mito 5: RPA substituirá o Trabalho Humano
Ao implementar inovações, muitas empresas enfrentam resistências e apreensão por parte dos colaboradores, que temem a substituição de posições de trabalho. No entanto, é necessário compreender que os robôs RPA não substituem o aspecto cognitivo do trabalho humano.

A intervenção humana é essencial para monitorar o desempenho do robô, garantir conformidade e realizar tarefas de alto valor agregado que demandam habilidades cognitivas, emoções e julgamento humano.

Em conclusão, desmistificar os mitos da automação de processos com RPA é crucial para compreender seu verdadeiro potencial.

Ao perceber que a automação não requer um mapeamento completo, pode ser implementada sem alterações drásticas, não implica necessariamente em redução de pessoal e possui objetivos diversos, podemos maximizar o potencial dessa tecnologia em benefício das empresas. Lembre-se, a automação é uma aliada na busca por eficiência e inovação.

A EARQ Automação de Processos, com 9 anos de experiência, atende grandes empresas com a criação de robôs RPA.

Entre em contato para falar com nossos especialistas em Automação e descubra como a EARQ pode ajudá-lo a aumentar a eficiência de sua empresa por meio de projetos personalizados.

Publicado originalmente em EARQ

Share This Post

Post Comment