Ataques DDoS contra a Polônia crescem após eleição de novo primeiro ministro

Ataques DDoS contra a Polônia crescem após eleição de novo primeiro ministro

Mudanças de líderes políticos podem impactar muitas áreas de um país.  Uma delas, em especial, é o cyberespaço, que recebe, geralmente, um aumento dos ataques de DDoS de acordo com mudanças na sociedade e políticas. Esses ataques podem ser resultado de ‘hackativistas’ ou outros grupos que se opõem à linha dos novos políticos eleitos. Alguns grupos importantes que se encaixam nesse quadro são Killnet, Anonymous Sudan e Noname057, que, em muitas vezes, têm como alvo países vistos como “anti muçulmanos”, ou que apoiam ou se solidarizam com a Ucrânia.

Em recente post na plataforma X (ex-Twitter), falou-se que, desde dezembro de 2023, quando o Primeiro Ministro Tusk foi empossado, a Polônia tem sido alvo de ataques de diversos grupos, em especial, do grupo NoName057, que tem como alvos diversos tipos de websites da administração governamental, incluindo transporte e logística, finanças (sistema bancário), judiciário, manufatura, aviação e mídia. Esta lista inclui os setores que a NoName057 assumiu a responsabilidade dos ataques; a lista verdadeira pode ser muito maior.

Ao analisar a tendência de ataques DDoS contra a Polônia, segundo a visão global da NETSCOUT, podemos perceber que esses ataques apresentaram um pico poucos dias depois do Primeiro Ministro Tusk e seu novo governo tomarem posse. O volume de ataques começou a crescer próximo ao Natal e continua elevado até os dias de hoje, registrando mais de 5.000 ataques no dia 14 de janeiro apenas. Este aumento, somado ao apoio do novo governo polonês à Ucrânia, resultou em um crescimento quatro vezes maior no número de ataques DDoS.

O NoName057 normalmente utiliza botnets para executar o código DDoSia e potencializar seus ataques.  Com base no tráfego de ataques DDoS na Polônia, foi descoberto que quase metade dos ataques contra o país foram provenientes de nodes classificados como bots DDoS. Esse influxo massivo significa que 15% a 20% dos ataques botnet DDoS globais são direcionados mirando a Polônia.

Grupos como NoName057 continuarão a travar uma guerra política e religiosa contra qualquer nação que interceptar seus ideais e objetivos. Isso significa que governos, prestadores de serviço e empresas, assim como toda a sociedade, devem estar preparados, pois estes ataques continuarão e crescerão. Este fato se torna evidente quando as nações manifestam ideologias opostas a estes grupos. A melhor defesa é uma potente solução de proteção de DDoS

Saiba mais sobre como a linha de produtos Arbor DDoS da NETSCOUT pode contribuir pode contribuir para para os sistemas continuarem ativos, mesmo sob  ataques DDoS.  

Share This Post

Post Comment