Sepco1 gere construções de usinas da CEEE-GT com ferramenta de colaboração do Construtivo

A SEPCO1, empresa chinesa de engenharia que está no Brasil desde 2011, ganhou a licitação da Companhia Estadual de Geração20151019-tecno01 e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-GT) para construir três subestações de energia no Estado Rio Grande do Sul e, para apoiar a gestão de documentos entre as empresas, a ferramenta escolhida foi o Colaborativo, do Construtivo, empresa de Tecnologia da Informação especializada no setor de engenharia.

A exigência de um gerenciador eletrônico de documentos nos editais da CEEE-GT se tornou um processo imprescindível para acompanhar as atividades executadas pelos parceiros. Isso porque a companhia consegue controlar em tempo real o andamento dos projetos, o que significa garantia que as obras serão executadas com segurança, transparência e dentro do cronograma.

“Além da disponibilidade do sistema no idioma nativo para os usuários chineses, que é um diferencial, escolhemos o Colaborativo por sua aderência aos requisitos técnicos exigidos pela CEEE, com base no atendimento, personalização, além de possibilidade de gráficos e análises e de uma rede personalizada de arquivos”, completa o gerente regional da Sepco1, Cao Fubo.

O sistema gerencia de maneira automática a troca de informações e o processo de aprovação entre os projetistas da Sepco1 e da CEEE, trazendo automação do cronograma de entrega e geração de indicadores gerenciais aos envolvidos.

Disponibilizada em nuvem, a ferramenta já contabiliza mais de três mil documentos armazenados, entre projetos e estudos para três obras: Santo Angelo 2, Passo Real e Guarita, esta última com previsão de entrega para maio de 2016.

A execução dos serviços de ampliação e adequação nas subestações, além de propiciar o atendimento da demanda de carga dos consumidores e aumentar a confiabilidade do sistema, visa o atendimento das autorizações do poder concedente, que estabeleceu prazos máximos para a entrada em operação comercial das instalações.

Para o presidente do Construtivo, Marcus Granadeiro, o apoio à Sepco1 para atender às exigências de gestão da CEEE, dá condições à ferramenta Colaborativo de se firmar não só nas áreas de engenharia e construção, mas também de ampliar seu leque de atuação para qualquer segmento da indústria que prime pela transparência de processos, como o de energia.

 

Share This Post

Post Comment