Brasil exporta fraudes digitais: quais são e por quê?

Brasil exporta fraudes digitais: quais são e por quê?

Pouca efetividade em fiscalização e baixo investimento em tecnologia consolidaram o país como um dos lugares mais perigosos no ambiente digital para empresas e consumidores
 

Segundo o Visa Merchant Fraud Report 2023, o Brasil é um dos países com maior índice de risco para os usuários com relação a fraudes digitais, ficando em segundo lugar no ranking mundial, apenas atrás da China. O país se tornou protagonista no assunto de crimes cibernéticos e na exportação de golpes que, diariamente, levam essa “expertise” para todo o mundo.
 

Isso ocorre pela falta de fiscalização eficiente e, principalmente, baixo investimento em tecnologia avançada para a prevenção. “É necessário que as empresas invistam no seu UX e na educação - por meio de conhecimento - desses consumidores, tornando um espaço mais seguro para seus clientes e tornando mais confiável”, opina Thiago Bertacchini, Desenvolvimento de Negócios Sênior na Nethone, empresa de soluções de prevenção de fraudes digitais.

Para ajudar empresas e consumidores a entender o cenário de crimes digitais no país, o especialista cita 3 golpes e dicas para prevenção dos crimes que mais ocorrem no Brasil:
 

Golpe do 0800 - por meio de um falso SMS, o criminoso indica que houve alguma fraude do cartão e pede para entrar em contato, a vítima passa informações confidenciais e cai no golpe. Para prevenção a esse golpe, é indicado que sempre cheque com os números oficiais do banco se de fato houve alguma fraude com seu cartão.
 

Golpe da mão fantasma - instalação de um programa malicioso no celular da vítima, isso ocorre por meio de uma plataforma espiã que assume o controle do celular e acessa informações privadas. Para se proteger, Bertacchini indica não instalar aplicativos que não sejam de confiança e que apresentem atividade suspeita.
 

Golpe da renda extra - promessa de dinheiro extra para as vítimas curtirem fotos em redes sociais ou avaliar produtos em sites, o importante para se proteger desse golpe é desconfiar de promessas infundadas em um “dinheiro fácil”, que em sua maioria, é falsa.
 

Visando o mercado de fraudes digitais, a Nethone utiliza tecnologia própria “Know Your Users” (Conheça seus usuários) para analisar mais de 5000 dados comportamentais de usuários e evitar fraudes digitais, tornando as empresas e instituições financeiras lugares mais seguros para toda a cadeia impactada. O software da empresa previne aproximadamente 95% dos golpes, sendo aliada a grandes empresas brasileiras na hora de proteger os seus consumidores.

Share This Post

Post Comment