O Construtivo, companhia especializada em soluções para a gestão de projetos e processos, é o primeiro desenvolvedor no Brasil a realizar a integração de uma solução de colaboração, oferecida no modelo SaaS (Software como Serviço), com o Revit, ferramenta de modelagem de projetos em BIM (Building Information Model) fornecida pela líder mundial em software e serviços de projetos, engenharia e entretenimento em 3D, a Autodesk.Marcus Granadeiro

O objetivo dessa iniciativa é disponibilizar ao mercado uma nova forma de organizar os processos durante o período de construção, bem como, de prover um importante apoio para a gestão do processo de entrega de chaves e, até mesmo, para o total controle das etapas de manutenção. Tudo isso, aliando a inteligência e robustez da tecnologia da Autodesk ao dinamismo e segurança do Colaborativo, ferramenta de colaboração do Construtivo.

Num plano perfeito, toda construção deve seguir às riscas o projeto, porém, durante esta fase, muitos imprevistos acontecem, como, por exemplo, a indisponibilidade de alguns materiais, que precisam ser substituídos para não prejudicar o andamento da obra. Todas essas alterações, por menor que sejam, devem ser apontadas ao projetista, para que ele faça as modificações no projeto final. Contudo, muitas vezes, detalhes importantes ficam esquecidos, principalmente pela dificuldade em registrar e realizar a comunicação no dia a dia da obra. E, assim, a obra fica mais suscetível a impactos, principalmente na fase de manutenção do prédio.

Com a integração do Colaborativo ao Revit se torna possível, então, além da visualização de toda a obra em 3D e em tempo real, identificar as áreas que sofreram alterações durante a obra e apontar essas mudanças diretamente no software de colaboração, o qual, por sua vez, realiza toda a comunicação necessária e o workflow para destacar essas modificações, além do armazenamento das informações e dos apontamentos a toda a equipe envolvida nesta etapa.

Outro processo, também de grande importância, que pode ser beneficiado com a integração das ferramentas é a fase de entrega das chaves. Nesta etapa, a maior dificuldade das construtoras está em conseguir organizar as informações quanto às solicitações de alterações nas plantas dos apartamentos individualmente, bem como, às exigências dos compradores durante as vistorias. Para isso, utilizando o Colaborativo integrado ao Revit, o engenheiro que acompanha a vistoria poderá apontar todas as atualizações e manutenções que precisam ser feitas diretamente na nuvem e no exato momento em que elas são solicitadas. O Colaborativo receberá essas informações e fará todas as indicações necessárias para o cumprimento das modificações, tais como o controle de prazos, o acompanhamento da manutenção etapa por etapa e o workflow de todo o processo. Isso evita desgastes com os compradores e erros no atendimento às solicitações.

Em obras com instalações mais sofisticadas, como é o caso da construção de uma usina, o processo de manutenção é ainda mais delicado. Uma vez que uma válvula quebre, por exemplo, o responsável terá que buscar no manual as identificações sobre aquela peça para substituí-la com segurança, o que torna o processo moroso e mais difícil. Com a integração do Colaborativo ao Revit, nesta situação, pode-se localizar a área em que o produto quebrou diretamente no projeto 3D, com uma visualização muito mais dinâmica, que já contém todas as especificações do produto armazenadas, facilitando, inclusive, a disponibilização dessas informações diretamente ao ERP (Enterprise Resource Planning) que a construtora utiliza para, dessa forma, abrir, automaticamente, o processo de compra da peça.

Toda esta integração ocorre em parceria com a Autodesk, que certifica essa comunicação dentro dos seus padrões para que, assim, não haja nenhuma ruptura no processo de troca de informação entre as ferramentas. O Colaborativo é ofertado na modalidade de serviço e está disponível dentro do Revit como um aplicativo que pode ser baixado. Tudo para oferecer um uso intuitivo e todo o dinamismo da ferramenta da colaboração.

“Este passo é de extrema representatividade e importância para o Construtivo. Sermos pioneiros nesta parceria e no fornecimento deste tipo de facilidade ao mercado nos mostra que, além de estarmos um passo à frente das necessidades, estamos no caminho certo para conquistarmos cada vez mais espaço e novos negócios. Neste momento, estudamos novos lançamentos de ferramentas com esta sinergia. Este é apenas o começo”, ressalta Marcus Granadeiro, presidente do Construtivo.