Célula robótica permite padronização e repetibilidade em processos industriais de empresa do setor moveleiro

Célula robótica permite padronização e repetibilidade em processos industriais de empresa do setor moveleiro

A busca pela padronização e repetibilidade de processos fez com que uma das mais tradicionais empresas de móveis do maior polo moveleiro do país encontrasse na Dalca Brasil a tecnologia necessária para garantir aumento de produtividade de seu parque fabril. A Multimóveis, localizada em Bento Gonçalves-RS, viu sua produção crescer pelo menos 12% após a instalação de uma célula robótica na linha produtiva de embalagem.

Além de realizar a função de empilhamento de caixas, a solução permite a resolução de um passivo ergonômico e do gargalo da falta de mão de obra -- garantindo, ainda, a realocação de colaboradores de zonas de risco. Isso porque a locomoção de caixas com, em média, 60 quilos exigia ao menos quatro pessoas no processo. “A solução FlexPall corrigiu esse problema ergonômico e permitiu uma redução na mão de obra direta e nos custos de produção”, detalha um dos sócios da Dalca, Matheus Ziglioli.

O robô instalado no final de 2021 fica localizado no final da linha de embalagem, retirando as caixas de produtos embalados da esteira e paletizando -- deixando, assim, o material pronto para ser encaminhado ao estoque. Essa decisão de investimento em automação industrial garantiu a padronização de processos -- aliado à oferta de melhores condições de trabalho aos colaboradores. “Além da automação garantir uma linha mais veloz, com maior precisão de entrega, a célula proporciona resultados muito mais padronizados e aumenta a competitividade da empresa no mercado. Isso porque é humanamente impossível realizar uma tarefa repetidas vezes com a mesma precisão e dependendo muito do esforço físico”, pontua Alcione Antonio Roratto, supervisor de produção da Multimóveis.

Pelos resultados positivos alcançados, a parceria tende a ser ampliada muito em breve. “Temos planos para automatizar outros processos, pensando sempre na possibilidade de redução nos custos de produção, no tempo e evitando desperdícios. Em paralelo, esperamos aumentar a produtividade e minimizar falhas para controlar, em tempo real, todos os processos do negócio. Os investimentos chegam para substituir atividades manuais por soluções automatizadas que deem apoio às diversas atividades dentro da empresa”, destaca Roratto. 

 
Automação trouxe melhorias produtivas para indústria moveleira gaúcha. Crédito: Joele Debona

Share This Post

Post Comment