Em mais um passo do seu processo de transformação digital, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP) lança a Carteira Profissional Digital. A entrega torna mais seguro e prático o documento do profissional registrado. A nova versão tem a mesma autenticidade e substitui a carteira física, além de poder ser utilizada como documento de identificação, dependendo das regras do órgão em que for apresentada.

Nas últimas semanas, a Carteira Profissional Digital foi liberada, em fase de testes, para 1% dos profissionais registrados. O documento segue em versão beta, agora para todos os registrados. A ideia é contar sempre com a colaboração dos usuários para que continue em aperfeiçoamento.

"Nosso objetivo é sempre trazer o profissional para o centro de nossas ações. Com a nova Carteira Digital não é diferente. O feedback de todos é fundamental para que a experiência do usuário e os serviços oferecidos sejam cada vez melhores", diz o presidente do Conselho, Engenheiro Vinicius Marchese.

O download da Carteira Digital está disponível pelo aplicativo do Crea-SP.

Confira os passos para emissão do documento. Dúvidas devem ser enviadas para carteiradigital@creasp.org.br.

1 - Faça o download ou atualize o aplicativo Crea-SP na Google Play Store (Android) ou na App Store (iOS)

2 - Acesse sua conta com CPF e senha do Creanet

3 - No Menu, clique em Carteira Digital

4 - Ela irá aparecer na sua tela. Toque na parte frontal da carteira para acessar o verso, em que está o QR Code. Por meio dele é possível verificar a autenticidade de sua Carteira Profissional Digital

Melhores Serviços

O lançamento do novo site, em fevereiro, com conteúdo reorganizado (dinâmico, responsivo e funcional), funcionamento em multiplataformas (desktop, tablet e smartphone) e redesenho visual mais convidativo e envolvente, inaugurou essa nova fase do Crea-SP, focada em iniciativas inovadoras capazes de explorar diferentes conexões na busca por soluções efetivas.

Em março, o Conselho reuniu profissionais convidados e colaboradores em um workshop promovido com o intuito de elaborar uma plataforma de serviços que atenda às necessidades dos usuários, melhorando a experiência. A iniciativa parte do conceito de lean startup, que prevê entregas contínuas e assertivas. As próximas fases do projeto são a validação do usuário e a criação de um protótipo. Entre as novidades, estão programadas a implementação de um chatbot e de uma ferramenta de busca.

Investimento em capacitação profissional também é parte dessa mudança. O Conselho vem firmando parcerias com instituições de ensino e entidades de classe para ampliar a oferta de cursos de aperfeiçoamento técnico voltados aos profissionais. Aliado a isso, o Crea-SP otimizou o sistema de fiscalização, principal atribuição do Conselho, modernizando a frota de veículos e contratando novos agentes fiscais.