A importância da Inteligência Artificial no foodservice

A importância da Inteligência Artificial no foodservice

Seja por meio de chatbots ou outros mecanismos, a Inteligência Artificial (IA) - considerada uma das principais tendências dos últimos anos - está cada vez mais presente no dia a dia das pessoas. Com o grande salto tecnológico em 2020, que acelerou a transformação digital nas empresas que ainda não eram adeptas à tecnologia, a IA acompanhou um dos pontos de virada no foodservice: a mudança de comportamento dos consumidores.

A repercussão da IA é tão expressiva, que uma pesquisa realizada pela consultoria Frontier View, a pedido da Microsoft, prevê um crescimento de 4,2% no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro até 2030, caso a solução fosse adotada de forma massiva no país. Em um panorama mais conservador, o estudo indica aumento de 1,8% no mesmo período. A adesão, no entanto, ainda não é uma unanimidade: cerca de 65% das empresas no setor de foodservice ainda têm pouca capacidade digital - de acordo com estudo do Instituto Foodservice Brasil (IFB).

Segundo dados da pesquisa da Fispal Food Service, mais de 75% dos operadores de foodservice no Brasil acreditam que precisam melhorar a tecnologia em seus empreendimentos, enquanto quase 50% afirmam que os recursos tecnológicos e digitais estão presentes em seus negócios. Com os clientes mais exigentes e preocupados com a experiência, hospitalidade, qualidade e sustentabilidade, o uso da tecnologia se coloca como fator inerente às estruturas do negócio.

“A inteligência artificial é uma facilitadora para o setor, especialmente no que se refere à experiência do cliente e otimização dos processos de compra e venda. Por propiciar uma análise de dados mais apurada, viabiliza as recomendações personalizadas que corroboram para maior eficiência na gestão de estoque e o aprimoramento das operações nas redes franqueadas e independentes. Além disso, ajuda a acompanhar e mensurar o controle do CMV (Custo de Mercadorias Vendidas)”, explica João Alfredo Pimentel, CEO da 6place.

A plataforma digital de abastecimento foi lançada no mercado em meados de 2022 e utiliza a IA para oferecer gestão simplificada em compras 100% online, com distribuição nacional, proporcionando economia de dinheiro e de tempo, com entregas programadas e armazenamento em três temperaturas (seco, congelado e supercongelado). “Em resumo, a 6place conecta toda a cadeia produtiva do ecossistema de food em um único marketplace, para proporcionar as melhores experiências de abastecimento para seus clientes”, comenta Pimentel.

O executivo explica que, além dos benefícios já citados, o uso de IA no foodservice ajuda na redução de desperdício, no controle do tempo (tanto em relação à validade do produto, quanto à rota de entrega), além de proporcionar maior eficiência e satisfação do cliente. “Sem dúvida, a IA é um aspecto importante para os negócios de foodservice, com vantagens que passam também pela segurança alimentar e pelo controle de qualidade. Ou seja, além de uma aliada, vem se tornando uma ferramenta indispensável para a produtividade e consolidação dos negócios”, conclui João.

Share This Post

Post Comment