Como a Inteligência Artificial apoia o planejamento tributário e amplia a rentabilidade das empresas

Como a Inteligência Artificial apoia o planejamento tributário e amplia a rentabilidade das empresas

Por Carlos Kazuo Tomomitsu, CEO e mentor da KeepTrue

Um mundo ideal para a área fiscal seria a possibilidade de evitar autuações, ampliar a recuperação de impostos e ainda descobrir um caminho mais viável para aumentar a rentabilidade. Com tecnologias como a Inteligência Artificial esse cenário pode ser uma realidade e o primeiro passo é o desenvolvimento de um Data Lake fiscal.

A partir deste repositório de dados, estruturados ou não, que podem ser derivados de qualquer tipo de fonte, é possível armazenar documentos fiscais, incluir cadastros, atividades econômicas, status de banco, pagamentos de cartões e análise financeira, entre diversos outros tipos de informações.

Num segundo momento, entra a Inteligência Artificial para apoiar na definição das variáveis mais importantes, que, posteriormente, serão mapeadas, treinadas e testadas para chegar a uma análise do passado com o objetivo de identificar padrões ocultos que detectam se está ocorrendo algum erro de tributação, por exemplo, além de permitir às empresas a realização de um planejamento para a recuperação de impostos.

Ou seja, com uma ação preventiva relacionada à análise de tributos, torna-se possível evitar uma autuação e recuperar parte do montante que seria perdido. Ter essa visão é um primeiro desejo das empresas, mas os benefícios da construção de um Data Lake fiscal e da aplicação da AI neste ambiente não param por aí.

Outro passo que a junção dessas duas soluções auxilia no dia a dia das empresas é a análise de tendências de vendas, permitindo, entre as aplicações, estudar quais localizações no País o imposto é menor para implementar Centros de Distribuição e, assim, melhor direcionar as operações para ter mais rentabilidade.

Se pensarmos numa operação de e-commerce, essa informação possibilita avaliar de qual Centro de Distribuição há um custo menor para as entregas de acordo com a demanda de compra, resultando num trabalho inteligente que impacta nos custos, na agilidade e na facilidade do processo.

O Data Lake ainda é uma solução nova no ambiente fiscal das empresas, que precisa ser implementado com cuidado para não virar apenas um ‘depósito de dados’. Trabalhando de forma incisiva, com um banco de dados analítico e com a Inteligência Artificial definindo as variáveis, o resultado para as empresas é de um negócio com mais precisão.

E, se tratando do mundo fiscal, é possível obter um planejamento tributário assertivo que, por consequência, amplia a rentabilidade das empresas.

Share This Post

Post Comment