A SAP anunciou que sua plataforma SAP HANA foi escolhida pela ConcertLinq LLC, subsidiária da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, para auxiliar no avanço do tratamento de doenças como o câncer.

Com a escolha da solução como base tecnológica, a instituição americana quer constituir uma plataforma tecnológica (CancerLinQ) para informações de saúde explorando os recursos de big bata e, assim, oferecer tratamento de alta qualidade a pacientes com câncer. Trata-se de uma das poucas e importantes iniciativas envolvendo dados sobre a doença que estão sendo desenvolvidas por médicos com o principal objetivo de aprimorar o atendimento ao paciente.

"O CancerLinQ é o tipo de inovação de que precisamos para avançar no campo da medicina de precisão", diz o médico Peter Paul Yu, presidente da Sociedade Americana de Oncologia.  "Coletando e analisando dados de quase todos os pacientes com câncer nos Estados Unidos, o CancerLinQ pode revelar informações personalizadas que vão beneficiar práticas e pacientes oncológicos por todo o país, e acelerar os avanços na medicina", afirma.

A parceria da SAP com a Sociedade Americana de Oncologia Clínica teve início em 2014, com a implementação do Medical Research Insights, aplicação que usa uma plataforma de dados clínicos oncológicos desenvolvida pela SAP em parceria com o Centro Nacional Alemão de Doenças Tumorais (NCT).

"As organizações de saúde estão transformando enormes volumes de informações em conhecimento médico", afirma a especialista em soluções para o setor de Saúde da SAP, Margareth Amorim. Para a companhia, o desafio não é apenas reunir informações, mas organizá-las e torná-las disponíveis para pesquisadores em todo o mundo e ao mesmo tempo fortalecer o compartilhamento de dados e acordos de consentimento.