Transformação Digital Sustentável: Como a Tecnologia Está Redefinindo o Futuro das Empresas

Transformação Digital Sustentável: Como a Tecnologia Está Redefinindo o Futuro das Empresas

Por Paulo Secco, CEO e fundador da Mignow

Na minha trajetória de mais de duas décadas no setor de tecnologia em empresas renomadas colaborando com alguns dos principais parceiros tecnológicos do Brasil, percebi uma transformação significativa na forma como as empresas abordam a sustentabilidade. Esta evolução não é mais uma tendência, mas uma necessidade, especialmente considerando o atual cenário ambiental global. Ser sustentável deixou de ser uma opção para se tornar um requisito essencial para a sobrevivência e o sucesso no mercado competitivo de hoje.
 

Organizações que ignoram práticas sustentáveis não enfrentam apenas a perda de valor monetário, por meio de oportunidades de economia de custos, como de eficiência energética, mas também perdem relevância no mercado. A demanda por sustentabilidade, agora mais do que nunca, é impulsionada pelo próprio consumidor, que mede as empresas pela régua de suas práticas e opta por apoiar aquelas que demonstram comprometimento real com o meio ambiente.

Em face desta realidade, é crucial não apenas implementar processos internos mais sustentáveis, desde a cadeia de produção até os serviços de escritório, mas também desenvolver práticas de negócios que promovam a sustentabilidade. É alarmante saber que, em 2021, apenas seis empresas foram responsáveis por 71,4% das emissões globais de gases de efeito estufa, conforme um estudo do Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA). Este dado enfatiza o papel das organizações na redução destas emissões e no combate às mudanças climáticas.
 

A redução das emissões de carbono, por exemplo, contribui com o objetivo traçado pela ONU que visa a redução das emissões de gases do efeito estufa. Adotar o status de “Carbono Neutro” vai além de um mero simbolismo de compromisso ambiental; é um passo concreto para contrabalancear os efeitos negativos das atividades empresariais no aquecimento global.
 

Dentre os esforços para promover a sustentabilidade empresarial, destaca-se a transição dos servidores fixos para soluções baseadas em nuvem como um exemplo concreto. Ao facilitar a migração das organizações para a nuvem, observamos um impacto direto na eficiência energética e na gestão de recursos. Este impacto é tão significativo que colocou a SAP entre os três primeiros colocados na lista de 23 fornecedores avaliados pelo Índice de Sustentabilidade da IDC para Fornecedores de Software.
 

Ao migrar de um servidor físico para a nuvem, as empresas garantem não apenas a redução da emissão de gases e do seu consumo de energia, mas também uma posição vantajosa, pela redução direta dos servidores e pela eficiência energética aprimorada. Além disso, organizações que apresentam preocupações e iniciativas sustentáveis estão mais preparadas para o futuro. Tecnologias como a Inteligência Artificial, incorporadas no processo de conversão podem auxiliar ainda mais, diminuindo o tempo da migração e levando a empresa a um ambiente mais sustentável com tempo e o custo de projeto reduzidos.
 

Além disso, a migração para a nuvem demonstrou ampliar a produtividade dos colaboradores, que passaram a economizar tempo e recursos em atividades como fechamento de caixa ou processamento da folha de pagamento, antes demoradas e agora significativamente mais rápidas e eficientes com o uso de sistemas avançados como o SAP S/4HANA.
 

Um exemplo do impacto positivo dessas inovações tecnológicas na sustentabilidade é o caso do Carrefour, que, ao adotar a hospedagem em nuvem, não só conseguiu uma redução expressiva de 45% no seu consumo de energia, mas também uma diminuição notável de 40% nos seus custos operacionais. Essa transformação também resultou em uma considerável redução nas emissões de carbono, evidenciando o impacto ambiental positivo de decisões tecnológicas inovadoras.

Partindo desse pressuposto, a migração para o SAP e a adoção da computação em nuvem surgem como soluções empresariais que podem reduzir o impacto ambiental das operações. A medida que mais organizações aderirem ao sistema, o impacto ambiental será significativamente menor.
 

Ao refletir sobre a importância da sustentabilidade no mundo empresarial, torna-se claro que o consumo de energia é um dos principais contribuintes para as emissões de gases de efeito estufa. Portanto, ao adotarmos práticas e soluções tecnológicas sustentáveis, não estamos apenas beneficiando as organizações em termos de eficiência e economia, mas também contribuindo significativamente para a preservação do meio ambiente.
   ‌​‏
O compromisso com a inovação e a sustentabilidade impulsionam a transformação digital com foco na redução do impacto ambiental. A integração de soluções tecnológicas avançadas com práticas empresariais sustentáveis, pode não só fomentar o sucesso dos negócios, mas também contribuir significativamente para um futuro mais sustentável e verde para as próximas gerações.

Share This Post

Post Comment