ChatGPT-4.o e economia criativa: confira as 4 principais novidades da ferramenta e o impacto da IA para os profissionais do setor

ChatGPT-4.o e economia criativa: confira as 4 principais novidades da ferramenta e o impacto da IA para os profissionais do setor

No último dia 13, a OpenAI, uma das líderes globais em inteligência artificial (IA), anunciou recentemente o lançamento do GPT-4o, a mais nova versão do modelo de IA usado pelo ChatGPT. Esta atualização traz uma série de melhorias significativas que têm o potencial de transformar a forma como os profissionais de todos os setores da economia trabalham — incluindo os criativos. 

Com uma interação mais “humana” e dinâmica, a nova versão foi comparada ao modelo de IA representado no filme longa de ficção científica HER (2013), no qual o personagem vivido por Joaquin Phoenix se apaixona pela assistente virtual. O modelo apresentado pela OpenAI consegue interagir com vídeos, áudios, imagens e textos simultaneamente, se aproximando cada vez mais das trocas entre humanos. 

Muitos podem ficar assustados com a evolução dos modelos e rapidez em que essas melhorias estão acontecendo, mas, segundo Luiz Guilherme Guedes, CEO e founder da EPICdigitais — uma CreativeTech focada em soluções inovadoras para profissionais criativos — o avanço da IA em todos os setores da economia não é uma surpresa e nem deveria gerar tanto medo. 

“A cada marco que a tecnologia alcança, toda a estrutura da sociedade é obrigada a melhorar para acompanhar seu processo. Quando paramos para pensar na ideia limitada que tínhamos sobre internet há 10 anos e o que estamos vivendo hoje, vemos que era um conceito extremamente limitado”, explica. “Daqui a 10 anos, ou menos, eu diria cinco anos, veremos a IA de maneira completamente diferente!”

O empresário ainda afirma que, para afastar este tipo de receio, é fundamental buscar conhecer a ferramenta. “Quando você começar a utilizar, entenderá que como o ser humano é uma peça fundamental nesta equação”, ressalta.

Pensando nisso, como um grande entusiasta de tecnologia, Guedes destacou quatro principais novidades do ChatGPT 4.o, confira: 

  1. Disponibilidade: o GPT-4o está disponível para todos os usuários, inclusive os que estão na versão gratuita — diferentemente da versão anterior, disponível apenas para assinantes. Isso significa que mais pessoas poderão experimentar a IA, democratizando o acesso à ferramenta.
  2. Capacidade multimodal: a nova versão da ferramenta pode processar tanto texto quanto imagens, permitindo uma compreensão mais rica e detalhada dos contextos em que é utilizado. Isso significa que ele pode analisar e responder a perguntas baseadas em imagens, como descrever o conteúdo de uma foto ou interpretar gráficos, além de permitir interações mais dinâmicas.
  3. Aplicativo do ChatGPT: a OpenAI também anunciou um aplicativo do ChatGPT para computador, que se junta à versão para navegadores e o aplicativo para Android e iOS. O app foi projetado para se integrar ao seu computador, podendo ser acessado com um simples atalho de teclado (Opção + Espaço), que irá acionar o comando de voz. Também é possível tirar e discutir capturas de tela diretamente no aplicativo.
  4. Melhor compreensão e velocidade: o GPT-4o é mais rápido e tem mais capacidade para entender textos, imagens e áudios. Segundo a empresa, a nova versão leva, em média, 320 milissegundos para responder comandos de áudio — contra os 5,4 segundos de seu antecessor.

O impacto da IA no mercado de trabalho

A IA já está causando um impacto significativo no mercado de trabalho, com muitos setores se beneficiando de suas capacidades. No entanto, é essencial entender que a IA não visa substituir os profissionais humanos, mas sim, amplificar suas habilidades e abrir novas possibilidades. 

“A economia criativa, em particular, pode se beneficiar enormemente do uso do GPT-4o, à medida que a ferramenta pode auxiliar na geração de ideias, na otimização de processos criativos e na realização de tarefas que exigem um alto grau de personalização e criatividade”, afirma o empresário.

Sobre Luiz Guilherme Guedes

Fundador do Grupo EPIC e CEO da EPICdigitais, startup CreativeTech focada em Economia Criativa Digital, que conta um time de 14 creators e um alcance de mais de 7,5 milhões de pessoas. Ao longo de seus mais de 25 anos de atuação profissional, Luiz Guilherme Guedes foi co-fundador de 3 hubs de inovação, 5 ecossistemas empreendedores e 12 startups.

Além do Grupo EPIC, Luiz Guedes também atua como conselheiro, palestrante e professor convidado de cursos de extensão. Seu propósito é apresentar a transformação que a economia criativa digital pode oferecer ao mundo e, principalmente, aos profissionais criativos digitais.

Share This Post

Post Comment