Processo eletrônico preserva 270 mil árvores por ano

Processo eletrônico preserva 270 mil árvores por ano

Nos últimos anos, a interseção entre tecnologia e sustentabilidade tem se mostrado um casamento promissor, capaz de impulsionar soluções inovadoras para os desafios ambientais que enfrentamos. Um exemplo está na digitalização dos serviços públicos, que, além de proporcionar agilidade e comodidade à população, se tornou uma aliada valiosa na busca por um futuro mais verde e sustentável.

Um dos casos mais impactantes é a adoção por vários tribunais brasileiros do sistema de Processo Judicial Eletrônico (PJe), concebido pela empresa sergipana Infox Tecnologia e utilizado por dezenas de tribunais. Segundo o CEO da empresa, Fábio Barros, "o PJe, sistema mais utilizado pelo judiciário, é responsável pela maior parcela das 270 mil árvores preservadas anualmente, uma vez que o uso do papel é abolido no processo eletrônico".

Além da preservação das 270 mil árvores, 8,1 bilhões de litros de água e 19,8 MWh de energia (equivalentes ao consumo anual de 8.251 brasileiros) necessários à produção do papel que seria utilizado nos processos foram poupados. Se considerarmos apenas a economia direta proporcionada pela eliminação do papel, o Judiciário brasileiro e as partes dos processos economizaram anualmente, juntas, R$ 162 milhões.

A Infox Tecnologia contribui significativamente com a preservação do meio ambiente por meio da digitalização de processos dos seus clientes, não somente aqueles que utilizam o PJe, mas vários outros, como os Tribunais de Contas do Estado de Pernambuco, Tribunal de Contas dos Municípios do Pará, Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia e Conselho Federal de Medicina. "Ficamos orgulhosos ao ver milhões de processos tramitando de forma virtual, resultando no fim do uso de papel, além da redução do consumo de combustível, uma vez que são eliminados deslocamentos para movimentar os processos físicos entre diferentes endereços e das das partes para acessar os autos”, explica o CEO.

Uma pesquisa recente encomendada pela Avanade à Data Corporation (IDC) trouxe dados reveladores sobre a abordagem das empresas de TI em relação à sustentabilidade. Segundo o estudo, 56% das áreas de Tecnologia da Informação (TI) das empresas têm a sustentabilidade como um pilar central em sua visão estratégica. Para Barros, os resultados são extremamente encorajadores.

“A Infox tem priorizado a sustentabilidade em todas as soluções e serviços, e é gratificante ver que 56% das áreas de TI das empresas também compartilham dessa visão estratégica, em sintonia com a agenda ESG, revelando que a conscientização sobre a importância da responsabilidade ambiental, social e de governança está crescendo, e estamos orgulhosos de fazer parte desse movimento", enfatiza.

Para o CEO da Infox Tecnologia, é fundamental o comprometimento com o desenvolvimento de soluções tecnológicas que promovam a sustentabilidade e contribuam para um futuro mais verde. Segundo ele, a perspectiva de um futuro com maior conscientização para a preservação dos recursos naturais do planeta precisa se tornar realidade na sociedade.

“Não é uma matemática difícil. Se cada um fizer a sua parte, a mudança será real. A Infox assumiu a responsabilidade de promover a conscientização internamente e nos nossos produtos e serviços. Atualmente, a cada 100 processos eletrônicos, uma árvore é preservada", conclui Barros.

Fonte: Infox Tecnologia

Share This Post

Post Comment