Tecnologia promove dinamização de tarefas e compartilhamento de inteligência

O avanço da tecnologia e a mudança na relação entre empresas e clientes têm exigido que muitos negócios passem por uma atualização. Apesar de exigir algumas mudanças complexas, a introdução de conceitos associados à Quarta Revolução Industrial, também conhecida como Indústria 4.0, pode fazer toda a diferença no faturamento, na comunicação com o público e na otimização de diferentes tarefas.

A Indústria 4.0 é o conceito por trás da utilização de tecnologias avançadas em todos os setores da empresa, de maneira muito mais expressiva do que a forma como acontece na maioria dos negócios hoje em dia. Seu principal objetivo é o compartilhamento de informações para tornar os procedimentos mais dinâmicos, por meio da utilização de tecnologias de informação como Big Data, machine learning e inteligência artificial.

De acordo com pesquisa realizada pela PricewaterhouseCoopers (PwC), as empresas estão cada vez mais interessadas em inserir tecnologia nos procedimentos do dia a dia. Foram entrevistadas mais de duas mil empresas de 26 países, inclusive o Brasil, e de diferentes setores, para entender a relação com a Indústria 4.0. 83% dos entrevistados esperam que, em cinco anos, dados e análises serão essenciais para a tomada de decisão, especialmente nos setores de transporte e logística, eletrônicos e químicos. Além disso, 86% das empresas consultadas esperam que a Indústria 4.0 gere redução de custo e aumento de receita, indicando as expectativas para esse tipo de tecnologia.

Para que o objetivo seja alcançado e a Indústria 4.0 mostre resultados, é necessário que as empresas se comprometam em melhorar os procedimentos e investir na área, aumentando seu nível de transformação digital. Dessa forma, as empresas entrevistadas têm como meta aumentar o investimento em soluções de operação digital em uma média de 5% em até quatro anos.

No Brasil, uma pesquisa divulgada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) coletou respostas de 43 empresas de 24 estados do país e concluiu que as tecnologias da Indústria 4.0 podem aumentar a produtividade de pequenas e médias empresas em uma média de 22%. De acordo com o estudo, a adoção de métodos gerenciais e práticas organizacionais é o primeiro passo para empresas que querem começar os processos de digitalização.

Para que a Indústria 4.0 funcione de maneira adequada, é essencial a gestão sobre o principal ativo das empresas, os dados. Para isso, é recomendado fazer o uso de ferramentas e soluções de Advanced Analytics, permitindo que os dados gerados sejam transformados em informações e insights para as todas as áreas.