Oferta prevê antecipação de ameaças por meio de monitoramento de acontecimentos na rede externa das instituições

Embratel anuncia parceria com a Scitum TELMEX, maior empresa de serviços de segurança cibernética do México, para agregar mais expertise no fornecimento da solução Cyber Intelligence Embratel ao mercado. A solução aumenta a proteção das empresas de ataques cibernéticos, fraudes e invasões que podem colocar em risco suas estruturas de TI e de Telecom, além de dados sigilosos de seus clientes e executivos.

A oferta é indicada para diversos segmentos, especialmente o financeiro. O uso de canais digitais para transações financeiras trouxe inúmeros benefícios para as instituições e clientes. Em contrapartida, com a sua popularização, ganhou também a atenção de hackers e cibercriminosos em busca de oportunidades para roubos de dados e senhas. A necessidade de investimento constante em atualizações de medidas de prevenção e contenção de riscos não só na rede interna das instituições, mas também no vasto ambiente da Internet, ficou ainda mais clara com a pandemia do Coronavírus.

Pesquisas apontam o aumento de 238% nas tentativas de ataque à instituições financeiras em todo o mundo entre fevereiro e abril de 2020, meses iniciais da disseminação global da Covid-19. No Brasil, 9º país com maior aumento de tentativas de fraude desde o início da pandemia, a busca de informações pessoais e bancárias de brasileiros teve aumento de 108% na Dark Web entre março e maio.

“A Embratel oferece ao mercado o Cyber Intelligence para prover segurança contra todos os tipos de ataques e golpes, desde o phishing até os mais elaborados. Agora, aliamos nossa experiência e estrutura com o amplo conhecimento da Scitum TELMEX para o fornecimento de uma solução completa de prevenção e contenção, com profissionais capacitados para atender às necessidades específicas do mercado financeiro”, explica Mário Rachid, Diretor Executivo de Soluções Digitais da Embratel.

O aumento de transações online durante a pandemia foi o estopim para o disparo de mensagens fraudulentas em massa, para a criação de páginas falsas de empresas e outras técnicas para estimular o compartilhamento de informações de forma maliciosa, facilitando o acesso indevido e o roubo de dados e de valores financeiros. “Mais do que nunca, a antecipação de ameaças passou a ser estratégica para as instituições financeiras para manter os dados dos clientes em segurança e a confiança do segmento”, afirma Antonio João Filho, Diretor Executivo da Embratel para o Mercado Financeiro.

O uso do Cyber Intelligence Embratel destaca-se pela característica preventiva e pela capacidade de identificar previamente possíveis ameaças, inclusive monitorando o que acontece no tráfego da rede e detectando movimentos na Deep Web, Dark Web e de dispositivos de Internet das Coisas (IoT – Internet of Things). A solução da Embratel investiga e antecipa potenciais ameaças com alto nível de assertividade, amplitude e detecção, criando uma barreira de proteção lógica contra diferentes tipos riscos. A solução fornece informações de inteligência oportunas que permitirão às instituições tomarem decisões diante de riscos.

Ataques cibernéticos e fraudes geralmente seguem protocolos similares, sendo programados com uso de técnicas avançadas feitas a partir de pesquisas preliminares de rastreamento das empresas-alvo e de busca de informações públicas disponíveis em redes sociais, blogs e fóruns. Com base no material apurado, os cibercriminosos planejam as ações e as ferramentas necessárias para invadir os pontos mais vulneráveis da empresa, para tentar ultrapassar os mecanismos e sistemas de defesa.

A partir da coleta de dados realizada pela Embratel por meio de questionários preenchidos pelos clientes, filtros de pesquisas são criados para compreender a vulnerabilidade cibernética das marcas.  Por exemplo, um fraudador pode utilizar o logotipo de uma instituição financeira em um site criado com um domínio falso, porém muito similar ao oficial, para enganar os clientes da empresa aplicar golpes. O Cyber Intelligence atua fazendo uma varredura na Internet, redes sociais, fóruns, Deep Web, Dark Web e em dispositivos de Internet das Coisas para saber como a marca está sendo utilizada e até mesmo as menções feitas sobre a ela. Nessa ação, consegue identificar o uso malicioso e incorreto da marca no site falso, por exemplo, e desenvolver um plano de ação para entrar em contato com o provedor e retirar o portal ilegítimo do ar. Dessa forma, são evitadas a criação de domínios semelhantes às das marcas e seus usos em e-mails, portais, perfis e aplicativos falsos.

Também é possível detectar tentativas de roubo de identidade de executivos e representantes das companhias. Caso haja um vazamento de dados sobre de acesso de redes sociais de um executivo, a Embratel consegue observar essa ação e impedir o envio de mensagens fraudulentas em seu nome.

Diante de qualquer alteração do padrão de uso pré-estabelecido da marca, as empresas são avisadas imediatamente sobre movimentos indevidos e sobre as melhores estratégias de defesa para se protegerem das ameaças.

“Com o Cyber Intelligence Embratel, as instituições financeiras têm acesso a informações antecipadas de riscos cibernéticos com alto nível de assertividade, amplitude e detecção focados em proteger sua marca”, explica Antonio João Filho.

Diferenciais da solução  Cyber Intelligence Embratel:

– Monitoramento de marca;

– Prevenção de ameaças de ataques de negação de serviço (DDoS);

– Detecção de possíveis modificações não-legítimas nos sites das empresas, como Defacements (ataques ou modificações em websites) e Trojans (Cavalo de Troia);

– Controle de eventuais vazamentos de informações confidenciais para terceiros e fontes públicas;

– Identificação de sites falsos da organização relacionados com o Phishing (forma de fraude eletrônica caracterizada pela obtenção de dados como uma fonte e/ou pessoa confiável);

– Detecção de campanhas contra as empresas e/ou ameaças em seus setores de atuação;

– Levantamento de informações relevantes sobre as empresas, inclusive vendas não-autorizadas em algum mercado negro da Dark Web;

– Diagnósticos especiais a partir de uma perspectiva externa para contribuir para a adoção de novas estratégias de proteção de estruturas, dados e informações.

O Cyber Intelligence Embratel reforça o posicionamento da companhia em oferecer soluções completas que assegurem as operações, a reputação e a segurança de instituições financeiras. Mais informações sobre a oferta estão disponíveis em: https://www.embratel.com.br/seguranca/cyber-intelligence