A Grapevine World é um ecossistema descentralizado para intercâmbio e utilização ilimitados de dados de saúde, de maneira padronizada e segura. Em colaboração com a Universidade de Southampton e a Tiani Spirit, uma nova plataforma habilitada por blockchain, usando a confiável plataforma de nuvem Microsoft Azure para rastrear a procedência de dados de tratamento de saúde, foi desenvolvida para eliminar barreiras a dados e simplificar o acesso e a capacidade de utilização de dados de saúde por profissionais.

A importância de dados médicos, suas origens e qualidade foram reconhecidas há tempos em pesquisa clínica. A procedência dos dados é a fundação da qualidade dos dados, comumente implementada por capturar automaticamente vestígios de manipulação de dados em espaços de tempo.

O projeto-piloto objetiva demonstrar o valor de combinar padrões de interoperabilidade comprovados pelo mercado em intercâmbio de dados de saúde (IHE) e tecnologia de blockchain (Hyperledger Fabric) para rastrear e avaliar a procedência de dados de saúde. O projeto-piloto irá agir como execução de estudo clínico para avaliar o potencial da solução para compatibilidade de estudos clínicos para uma das adotantes iniciais da plataforma da Grapevine, uma empresa farmacêutica listada na Forbes 100 (que pediu para manter o anonimato no momento do anúncio).

"Após a execução bem-sucedida do projeto-piloto com nossa adotante inicial, estamos recebendo, com muita satisfação, manifestações de grande interesse de várias organizações de saúde e ciências da vida, que pretendem adotar nossa solução a seguir. Ao nos beneficiarmos do alcance global da Microsoft e do forte apoio da comunidade de interoperabilidade, atendemos uma necessidade crescente do mercado e iremos, juntos, superar as atuais limitações para obter uma comunidade de saúde realmente conectada", declarou o diretor de desenvolvimento de negócios e cofundador da Grapevine World, Wernhard Berger.

O caso de uso de "compatibilidade de estudo clínico" serve apenas como plataforma de lançamento inicial para a plataforma da Grapevine, que foi projetada para facilitar o acesso consentido a dados por vários tipos de organizações com necessidade de dados de saúde em grande escala (universidades, empresas médicas e de biotecnologia, etc.).

Alimentada pelo Azure, a plataforma da Grapevine pode superar mais facilmente desafios de privacidade, segurança, desempenho e escalabilidade, que impedem que muitos projetos baseados em blockchain atinjam o estágio de produção e limitam a adoção, no mundo real, da tecnologia emergente na área de saúde.

"A blockchain tem grande potencial para consórcios de saúde colaborarem para aperfeiçoar a qualidade do tratamento de saúde, reduzir custos e melhorar a experiência dos pacientes e dos profissionais de saúde. Alimentada pelo Microsoft Azure, a plataforma da Grapevine pode superar muitos dos desafios que impedem muitos projetos baseados em blockchain de atingir o estágio de produção e limitam a adoção, no mundo real, dessa tecnologia emergente da saúde. O Azure disponibiliza os melhores recursos de segurança e compliancebaseados em nuvem, para capacitar consórcios de saúde para alavancar a blockchain em todo seu potencial, a fim de ajudar a melhorar o tratamento de saúde". David Houlding CISSP CIPP, principal líder de Saúde da Microsoft Azure.