A TransUnion, companhia global de soluções de informação, anuncia seus resultados financeiros do 2º trimestre com crescimento sólido de receita e EBITDA ajustado. A empresa finalizou o período com US$ 662 milhões de receita, apresentando crescimento de 19% comparado ao mesmo período do ano anterior. A receita ajustada, que desconsidera o impacto de reduções contábeis de receita diferida e outros ajustes em empresas recentemente adquiridas, foi de US$ 664 milhões, apresentando um aumento de 18%.

O lucro líquido atribuído à TransUnion foi de US$ 101 milhões, contraposto aos US$ 55 milhões no segundo trimestre de 2018. Já o lucro diluído por ação foi de US$ 0,53 para o trimestre, comparado aos US$ 0,29 no segundo trimestre do ano anterior. O lucro líquido ajustado foi de US$ 132 milhões, equiparado aos US$ 119 milhões no segundo trimestre de 2018. O lucro diluído ajustado por ação foi de US$ 0,69, em comparação aos US$ 0,62 no mesmo período de 2018.

 “A TransUnion apresentou um bom segundo trimestre com forte crescimento de receita ajustada e EBITDA ajustado”, afirmou Chris Cartwright, presidente e CEO da TransUnion. “Notadamente, nos EUA, vimos uma nova aceleração de nossas verticais de serviços financeiros e de saúde, bem como um crescimento ainda maior em nossos negócios de seguros. Internacionalmente, continuamos a observar avanço de maneira ampla, incluindo um crescimento significativo na Índia, na América Latina e no Canadá. Em todo o nosso negócio, estamos mostrando liderança de mercado por meio de inovação, ofertas atraentes e estratégias de mercado bem executadas e focadas”, complementa.

Com a aquisição da Callcredit em junho de 2018, houve uma expansão da companhia no Reino Unido, que está inclusa no segmento internacional. As taxas de crescimento em câmbio constante orgânico consolidadas compreendem, também, a receita e a receita ajustada da Callcredit para o mês parcial de junho de 2018. Porém, incluem sua receita e a receita ajustada para todo o mês de junho de 2019.

“Durante o trimestre, também pagamos US$ 100 milhões em dívidas, ao mesmo tempo em que adquirimos a TruSignal e fizemos um investimento de capital na Payfone. Essas duas empresas ajudarão a desenvolver ainda mais a nossa vertical de mídia”, explica Chris Cartwright. “Olhando para o futuro, estamos bem posicionados para apresentar ótimos resultados mais uma vez em 2019 e estamos fazendo os investimentos estratégicos certos para nos posicionar para um forte desempenho futuro”, completa.