A Crescent Crypto Asset Management, gestora de um fundo de índice de criptomoedas liderado por ex-funcionários da Goldman Sachs, anunciou que completou seu financiamento da Série A e o lançamento de seu fundo offshore Cayman. A FBG Capital liderou a rodada de arrecadação de fundos com seu investimento na Crescent, trazendo inestimáveis conexões e conhecimentos do setor para a Crescent.

Utilizando sua forte presença global, a FBG está concentrada em ajudar a Crescent a aumentar seus ativos sob gestão para seu conjunto de fundos passivos, tanto nos Estados Unidos quanto no exterior. Além disso, a FBG utilizará sua rede para ajudar a Crescent a desenvolver e listar produtos de várias moedas nas bolsas de valores tradicionais.

As utilizações do capital também incluem a expansão da equipe através da contratação de líderes seniores para as áreas de vendas e desenvolvimento de negócios com foco no talento, oriundos de importantes firmas de investimentos bancários e fornecedores líderes de fundos negociáveis em bolsa de valores (ETF), os quais compartilhem a visão e a determinação da empresa em levar as criptomoedas para o uso geral. Adicionalmente, a empresa pretende construir uma plataforma digital de pesquisa de ativos e de consultoria.

"Estamos empolgados com nossa parceria com a FBG Capital visando aumentar o negócio e levar o fundo Crescent 20 para investidores internacionais, os quais apresentaram demanda significativa", disse Michael Kazley, co-fundador da Crescent Crypto.

O fundo offshore tem investimento mínimo de US$ 250.000 e está aceitando subscrições no momento, com taxa de gestão de 2% e resgates trimestrais.