Prestadores de serviços de co-location estão aproveitando o rápido crescimento da cloud computing para alugar espaço em suas instalações

Apesar de muitas empresas estarem fechando seus data centers para migrar as operações para a nuvem, os centros de processamento de dados continuam sendo propriedades vantajosas. De acordo com informações do The Wall Street Journal, os prestadores de serviços de co-location (co-locação) estão aproveitando o rápido crescimento da cloud computing para alugar espaço em suas instalações.

Entre janeiro e junho deste ano, o Synergy Research Group registrou 52 fusões e aquisições no mercado de data center, um aumento de 18% em relação ao primeiro semestre de 2018 e mais do que o número total de negócios feitos em 2016. Segundo John Dinsdale, analista-chefe da Synergy, a maioria dos negócios envolve operadores de centros de processamento de dados comprando concorrentes ou formando joint-ventures, mas os números também incluem aquisições de instalações rejeitadas por empresas que estão migrando para a nuvem. Desde 2015, foram realizadas 300 fusões e aquisições, com um valor agregado de mais de US$ 65 bilhões.

Além disso, o número de centros de dados em todo o mundo que pertencem e são operados por provedores de serviços em nuvem, proprietários de data centers e outras empresas de tecnologia subiu para cerca de 9.100 neste ano, contra 7.500 no ano passado. No entanto, a quantidade de centros de dados de empresas de fora do setor de tecnologia para operar seus próprios sistemas de TI deve diminuir. A estimativa do Gartner é de que 80% das grandes companhias da América do Norte terão encerrado os seus próprios data centers até 2022.

Esse movimento de fechamento de centros de dados corporativos está acontecendo por conta das vantagens da cloud computing. Com as novas soluções em nuvem, as empresas não precisam mais gastar muitos recursos para operar suas próprias instalações, afinal, os provedores, em geral, apenas os recursos utilizados.

Fonte: https://cio.com.br/como-a-cloud-computing-esta-impulsionando-o-mercado-de-data-centers/