Ajinomoto do Brasil utiliza automações na área de Recursos Humanos para tornar processos mais ágeis, fluidos e produtivos

Ajinomoto do Brasil utiliza automações na área de Recursos Humanos para tornar processos mais ágeis, fluidos e produtivos

Uma área de Recursos Humanos bem estruturada é indispensável em qualquer empresa que pretenda crescer de maneira estável e sustentável. Além de cuidar de todos os processos internos priorizando a integridade, a área contribui para o bom funcionamento da empresa e zela pelo bem-estar dos colaboradores, sendo fundamental sempre acompanhar o ritmo das mudanças pelas quais passa a sociedade.

Assim, a Ajinomoto do Brasil está atenta a novidades que possam agregar e inovar, entendendo de que forma é possível facilitar processos e torná-los mais ágeis, bem como ajudar a tornar o ambiente profissional mais equitativo, produtivo e sustentável.

Entre as iniciativas da Ajinomoto do Brasil, o diretor executivo de Recursos Humanos da empresa, Fábio Luiz Ceregatto, destaca o RPA, Automação Robótica de Processos (Robotic Process Automation em inglês), um processo que automatiza as atividades manuais de temas burocráticos como pagamentos, benefícios, lançamentos em sistemas e envio de cartão de ponto, entre outras funções que demandam muita rotina operacional. Outra tecnologia que chegou para inovar foi a criação de um Chatbot (aplicativo de conversação), que permite de maneira clara e democrática o acesso dos funcionários a todas as informações da empresa como regulamento interno, políticas, temas relacionados à benefícios, etc. Dessa forma, permite-se de maneira mais ampla que todos tenham acesso às informações que são de seu direito, valorizando, assim, todos os colaboradores de forma sustentável.

Além disso, o executivo explica como o algoritmo auxiliou numa visão mais apurada e assertiva dentro da companhia: “Durante o planejamento de gestão de recursos, os algoritmos de inteligência artificial nos auxiliam a ganhar tempo na análise qualitativa dos dados disponíveis transformando-os de maneira ágil em informações valiosas, que agregam valor no processo de tomada de decisão baseado em dados. Dessa forma, os funcionários ganham qualidade de vida, aprendizado e performance e a empresa alcança maior produtividade, qualidade e sustentabilidade em seus processos.”

 A empresa também fechou parceria com uma startup de recrutamento e seleção que utiliza a inteligência artificial para análise dos candidatos, direcionando-os às vagas mais adequadas, conta Fábio Luiz Ceregatto. “Somado a isso, após a efetivação dos candidatos, uma parceria com outra startup auxilia na gestão de documentos admissionais; o novo funcionário faz o upload de todos os documentos necessários sem nenhuma necessidade de interação do time de RH”, completa.

O investimento em inovações tecnológicas dentro da área de recursos humanos é benéfico ao ambiente profissional, aumentando sua efetividade, diminuindo seu custo e tornando-o mais justo. A partir de tais iniciativas, quem acaba sentindo seus efeitos positivos é toda a cadeia de profissionais que gira em torno do negócio. “O objetivo de digitalização dos processos do RH na Ajinomoto do Brasil não é somente digitalizar as tarefas manuais, mas também trazer mais precisão nos processos e melhorar a qualidade de trabalho de cada funcionário, focando no equilíbrio entre o aumento da produtividade, qualidade de vida e sustentabilidade”, finaliza Ceregatto.

Share This Post

Post Comment