A Huawei anuncia uma solução para a integridade de dados ponto a ponto (E2E), desenvolvida em conjunto com Emulex e Oracle. Esta solução pode ajudar os clientes a prevenir a corrupção silenciosa de dados em serviços de missão crítica.

No acesso aos dados, as informações passam por vários componentes, canais de transferências e software de processamento. Erros durante este processo podem causar a corrupção silenciosa de dados, situação que muitas vezes acaba sendo negligenciada, mas pode ter um grande e adverso impacto nos serviços, como os bancos de dados que requerem a integridade absoluta dos dados. A corrupção silenciosa de dados pode levar a interrupções dos serviços ou a perda irrecuperável das informações.

Segundo a empresa, a solução melhora a atual tecnologia onde os sistemas de hospedagem e armazenamento protegem a integridade dos dados de forma independente. Isto é feito por meio da implementação da proteção da integridade de dados E2E entre aplicativos, servidores, sistemas de armazenamento e discos.

O Centro Global de Testes e Certificação (GCTC, na sigla em inglês) da Huawei qualificou esta solução, incluindo: Oracle Database, Oracle Linux com o Unbreakable Enterprise Kernel, Emulex Gen5 FC HBA, e o Huawei OceanStor Enterprise Storage System, e confirmou que estes componentes são compatíveis com as especificações da indústria, tais como SCSI Protection Information Model (T10 PI) e Data Integrity Extensions (DIX). O Huawei OceanStor Enterprise Storage System suporta o padrão T10 PI, que pode detectar e resolver a corrupção silenciosa de dados. Ele também fornece uma interface de PI para a hospedagem e suporta a combinação com o DIX. Com isso, a Huawei se torna um dos primeiros fornecedores de armazenamento empresarial a oferecer uma solução E2E para a proteção da integridade dos dados.