Hiperautomação reduz custos e aumenta produtividade

Hiperautomação reduz custos e aumenta produtividade

Preencher uma tabela de forma automática sem precisar colocar as informações manualmente campo por campo, esta é uma situação simples que descreve o conceito de hiper automação, uma combinação de uso de diversos recursos tecnológicos para execução e automação de tarefas complexas dentro das empresas.

Com a combinação de uso de tecnologias como Inteligência Artificial, Machine Learning, Robotic Process Automation (RPA) ou mesmo o de ferramentas LOW CODE e a possibilidade de conectar diferentes sistemas com uma plataforma de integração como serviço (iPaaS), os resultados são a criação de processos mais ágeis, com menor índice de erros, melhor aproveitamento dos dados e aumento na produtividade.

Apresentada como tendência de tecnologia desde 2020 pelos relatórios do Gartner, o conceito hiper automação continua sendo visto pelos especialistas como um futuro certo e próximo e dentro desse contexto a Wevo-Jitterbrit tem como proposta empoderar o caminho de hiper automação dos seus clientes com aplicações que permitem a integração entre sistemas e o desenvolvimento de aplicativos com baixa codificação, tornando o trabalho mais seguro, rápido e melhor.

“A automatização permite reduzir o tempo dedicado a atividades monótonas e repetitivas, ou seja, abre mais espaço para atividades que só podem ser feitas manualmente. Além disso, essas soluções possuem baixa complexidade de manutenção e alta governança”, explica Rafael Anselmo, Head de Produtos da Wevo-Jitterbit na América Latina.

Segundo dados do Gartner, investimentos em hiperautomação devem chegar a U$ 600 bilhões até 2024. “Quem não investir nessa frente perde competitividade; este é um caminho sem volta. Tudo hoje é digital, requer rapidez”, analisa Anselmo.

Share This Post

Post Comment