Por  José Guilherme Junqueira Dias de Souza
CDIA+ / MIT / CGD / EDP

Novos tempos, muitos desafios e diversas necessidades de repensar o modo como fazíamos negócios.

Competitividade, flexibilidade, adaptação e novos modelos serão essenciais para garantir a continuidade e a volta do
crescimento econômico.

Para melhorar sua competitividade e garantir lucros adequados, será vital que as empresas invistam na automação de seus processos.

Aqueles projetos que sequer haviam sido contemplados ou que há muito vinham sendo postergados, para implementações de ferramentas de ECM (Enterprise Content Management), BPM (Business Process
Management), RPA (Robotic Process Automation), IA (Inteligência Artificial), dentre outras, deverão ser priorizados, pois somente revendo e melhorando seus processos, as organizações garantirão sua sobrevivência.

Flexibilidade e Adaptação para entender que a maneira de se fazer negócios deve mudar (ou já mudou), também será decisiva para que as companhias enfrentem os novos tempos. Se os velhos modelos de trabalho presencial ainda permeiam sua organização, se os velhos modelos hierárquicos ainda prevalecem em seus processos decisórios e se ainda não entendemos que o modelo de ação e gestão da nova geração não tem como base os antigos modelos organizacionais, já está passando da hora de revermos nossos conceitos.

Novas formas de se fazer negócios estão cada vez mais presentes na vida dos consumidores, que se viram obrigados,
pela pandemia que nos atingiu, a buscar alternativas de consumo e, felizmente, a internet propiciou que muitos negócios se mantivessem ativos e que muitas novas oportunidades surgissem para empresários visionários que souberam aproveitar as oportunidades desse já não tão novo marketplace.

Melhorar processos, com foco no atendimento e satisfação de seus clientes, repensar as formas de se organizar e fazer negócios, são ainda mais vitais para que as empresas garantam sua continuidade, suas adequadas margens de lucro e o importante papel que desempenham, tanto para a economia como para a sociedade.

E assim caminhará a humanidade!