Como a inteligência artificial em softwares de gestão impacta os resultados das empresas

Como a inteligência artificial em softwares de gestão impacta os resultados das empresas

Os softwares de gestão empresarial – como ERP (Enterprise Resource Planning, ou, em tradução livre, “Planejamento dos Recursos da Empresa”) e afins – mostram-se, não é de hoje, ferramentas importantes para a administração do negócio. Mas é possível aprimorar esses sistemas agregando funções de inteligência artificial. E a combinação se reflete nos resultados das organizações, das mais diferentes atividades econômicas.

É o que comenta o CEO da BXBsoft, Leonardo Matt. Desenvolvedora de software de Business Intelligence (o chamado BI), a empresa planeja embarcar em seu produto – o SuperBI – mecanismos de inteligência artificial (IA). O objetivo é atender, principalmente, organizações de médio porte, ainda com pouco acesso a essas soluções, se comparadas a megacorporações.

Leonardo Matt, CEO da BXBsoft

Leonardo cita, por exemplo, ganhos proporcionados a empreendimentos industriais. A IA agregada ao software de BI permite que eventuais falhas das máquinas sejam detectadas com antecedência, a tempo de evitar sua paralisação e, portanto, interromper a produção da unidade fabril. “Com dados coletados a partir de sensores das máquinas, é possível prever a parada da máquina por falha. Aliás, é recurso muito utilizado dentro do conceito de indústria 4.0”, sublinha.

Já para as atividades de vendas, a solução proporciona os chamados “testes AB” – comparativos entre duas ou mais opções e que servem para validar estratégias. O CEO da BXBsoft ilustra: “Como, por exemplo, comparando dois canais de vendas, duas formas de precificação, e assim por diante. Com a inteligência artificial, é possível simular e prever qual opção tem maior chance de trazer retorno”.

Ainda para o setor comercial, outra funcionalidade é a de calcular tendências e projeções, tais como volume de vendas, tráfego em loja, visitas ao site e demandas em geral. “Tudo isso, a inteligência artificial consegue proporcionar se baseando em dados históricos disponibilizados pelo SuperBI”, frisa Leonardo Matt.

Clínicas médicas e operadoras de planos de saúde representam outro ramo onde inteligência artificial embarcada no SuperBI poderá fornecer informações decisivas para a gestão do empreendimento. “A solução pode prever comorbidades. Isso é feito a partir de dados do histórico dos segurados, usando tanto o código de identificação da doença como o código de serviço médico”.

Outro impacto positivo está em garantir segurança em operações de vendas aos clientes ou de concessão de crédito, funcionalidade de suma importância para o comércio eletrônico e as instituições financeiras. “Pelo histórico de dados de transações realizadas, pode-se prever comportamento indicativo de fraude”, menciona o CEO. “Ou, numa outra vertente, obter score [pontuação] de crédito e risco, antes de se conceder empréstimo”, completa.

A BXBsoft, com sede em Curitiba, desenvolve o SuperBI – software de BI de expertise e tecnologia brasileiras – desde 2007. Mas o envolvimento da BXBsoft com o assunto BI remonta ao fim da década de 1990. O SuperBI atende, em especial, empresas de tecnologia que fornecem sistemas de ERP (e outros) ao mercado em geral.

Ao embarcar inteligência artificial em sua oferta, a BXBsoft dá um passo importante em sua trajetória de evolução do produto, realça o CEO da empresa. “Isso representa um impulso ao nosso crescimento”. 

Share This Post

Post Comment