NFTs: os novos queridinhos dos hackers

NFTs: os novos queridinhos dos hackers

Por Otto Pohlmann, CEO da Centric Solution

NFTs vieram para impactar e transformar o mercado financeiro. Contudo, o ativo passou a ser bastante visado pelos hackers, que estão sempre em busca de brechas para burlar sistemas e aplicar golpes em empresas e pessoas. Um grande exemplo foi o caso ocorrido em maio deste ano. O canal no Discord da plataforma OpenSea – maior marketplace de negociação de NFTs do mundo – sofreu um ataque de hackers com um golpe conhecido como phishing.

Os criminosos postaram um falso anúncio de que a plataforma estaria se juntando ao YouTube para uma nova coleção de tokens não fungíveis, afirmando que quem clicasse em um link poderia emitir os NFTs de graça. O link direcionava os usuários a um site que pedia dados pessoais.

Ataques como esse reforçam a necessidade da segurança das informações de empresas e de seus clientes. Basta uma rápida busca no Google para encontrar diversas outras companhias que sofreram com invasões de hackers quando o assunto são NFTs. Para evitá-los, é preciso proteger todos os pontos de um negócio, prezando por soluções modernas e eficazes.

Economizar em segurança nunca é a melhor saída. Os esforços para corrigir esse tipo de ataque saem muito mais caros, e as perdas podem não ser somente financeiras. Afinal, nem sempre é possível recuperar algumas informações roubadas. Mas não basta apenas oferecer soluções de segurança engessadas, pois assim como a sociedade altamente conectada está em constante mudança, as ferramentas precisam seguir o mesmo ritmo.

Share This Post

Post Comment