A Unisys anunciou sua estratégia de lançamentos de novos produtos para incrementar seu portfólio 2014. Entre as novidades estão o  a nova plataforma Foward e a solução Sthealth desenvolvida para garantir maior segurança as informações críticas de seus clients.

Segundo Agostinho Agostinho Rocha, Managing Director para o Brasil & VP da unidade de Tecnologia, Consultoria e Soluções de Integração para América Latina  "ambos os lançamentos vem complementar a já extensa oferta da companhia, complementando com tecnologia e inovação demandas do mercado brasileiro e latino-americano", disse.

A plataforma de computação empresarial Forward é uma solução  de fabric computing - oferece níveis incomparáveis de segurança de missão crítica, disponibilidade, escalabilidade e desempenho previsível para cargas de trabalho executadas em servidores baseados em Intel.

Combina a avançada tecnologia de particionamento seguro da Unisys (s-Par) com os processadores da família Intel® Xeon® e a tecnologia de virtualização em uma arquitetura unificada altamente flexível, eficiente e segura, capaz de lidar com os desafios de computação de missão crítica mais exigentes dos clientes em uma plataforma padrão da indústria.

A Unisys estima que, em comparação com sistemas proprietários Unix, a arquitetura Forward! pode reduzir as despesas de capital de 50% a 60% e ainda reduzir o custo total de propriedade (TCO) em até 40% comparado com ambientes físicos Linux ou Windows. Uma plataforma particionada como Forward! pode eliminar até 70% a necessidade de servidores físicos e reduzir os custos de manutenção de hardware e licenciamento de software em até 70%. A plataforma também aumenta a velocidade da organização como um todo, reduzindo de semanas para horas o tempo de cargas de trabalho para aplicações de missão crítica.

Desenvolvida em colaboração com a Intel, a plataforma Forward! está inserida em um mercado cujas estimativas são superiores a US$ 23 bilhões em cloud computing, big data e migração Unix-RISC.

O outro lançamento da empresa,

A solução Unisys Stealth foi criada para ajudar as organizações a lidar com um número crescente de ataques cibernéticos e incidentes envolvendo hackers. A ferramenta utiliza tecnologias patenteadas e destinadas a proteger os dados nos pontos finais de comunicação, sejam dispositivos de usuários, servidores de data centers e aplicações, tornando-os invisíveis na rede e, portanto, fora do alcance de hackers.

Unisys Stealth cria comunidades de interesse distintas dentro da empresa, permitindo que somente membros autorizados acessem dados de cada comunidade. Usando criptografia e fracionamento dos dados, o software de segurança cibernética garante que as informações não poderão ser decifradas por usuários não autorizados, enquanto transitam pelas redes.

A nova solução Stealth for Mobile fornece proteção contra violação de dados e outros riscos cibernéticos associados ao crescente uso de dispositivos móveis pessoais no ambiente corporativo. Nos próximos dois anos, espera-se que centenas de milhões de pessoas utilizem smartphones no trabalho, muitos dos quais serão dispositivos dos próprios funcionários. A rápida proliferação de tal prática – conhecida como BYOD – tem resultado em um aumento preocupante das ameaças cibernéticas.

unisys - diretoresA solução Stealth for Mobile da Unisys amplia a segurança desde os data centers até as aplicações que rodam em dispositivos móveis, dando ao usuário acesso seguro ao data center por meio das apps móveis. Ela concede ao usuário o direito de acesso com base em sua identidade e, portanto, possibilita que somente membros autorizados visualizem as informações para as quais tenham permissão, por meio de uma tecnologia que utiliza mecanismos avançados de criptografia e ocultação de dados.

 

Combinando a tecnologia Unisys Stealth com um software de segurança integrado de aplicações que permite aos usuários definir políticas de segurança específicas para cada aplicação, a solução adiciona uma camada de segurança baseada em identidade que confere aos usuários direitos de acesso exclusivo aos ativos no data center, além de contar com simples implementação e não exigir novos códigos ou alterações nas aplicações.