Eu Entrego expande ramo de atuação para SaaS provendo plataforma para digitalização do last mile

Eu Entrego expande ramo de atuação para SaaS provendo plataforma para digitalização do last mile

Em um cenário cada vez mais competitivo na corrida das entregas rápidas, a Eu Entrego, maior rede de entregadores autônomos do Brasil, decide emprestar toda seu know-how tecnológico para varejistas e embarcadores que necessitem alta eficiência em entregas. A logtech expande seu ramo de atuação através da tecnologia da plataforma Envoy, uma tecnologia de gestão de última milha, que permite que varejistas escalem suas operações, com maior economia e eficiência. A missão é viabilizar o “product market fit” aos clientes.

A empresa conecta lojistas a entregadores autônomos e gerencia uma rede de mais de 50 mil motoristas rodando em 300 cidades brasileiras, coletando em mais de 2 mil pontos diariamente. Porém, mais do que uma plataforma de entregas, a EuEntrego é uma empresa de tecnologia que desenvolve soluções que resolvem problemas logísticos.

Neste contexto, nos últimos cinco anos, a Eu Entrego se dedicou a desenvolver um software com tecnologia própria, para operacionalizar suas entregas e otimizar os processos. O Envoy é a versão SaaS (software as a servisse) do sistema Eu Entrego adaptado para as necessidades especificas do cliente, porém trazendo todas funcionalidades e, principalmente, aprendizados coletados ao longo desses anos em gerir uma base tão grande de autônomos. O resultado foi tão positivo, que os varejistas já clientes se interessaram em utilizar a plataforma para gerir 100% de suas entregas, mesmo as que não são feitas pela Eu Entrego.

Para isso, o sistema funciona com geolocalização inteligente adaptada para os desafios do Brasil; roteirização otimizada baseada em machine learning para aprimoramento das rotas; tracking em tempo real, que permite a visualização do entregador e a sincronização da coleta, com comprovante de entrega e de pagamento; gestão de entregas através de uma torre de controle completa, que permite o acompanhamento de frota própria e terceirizada e o aprimoramento da operação logística com base nos dados coletados; e sistema de expedição eficiente, que organiza todas as etapas da expedição, eliminando os gargalos da operação.

Isso tudo em uma plataforma com interface intuitiva e responsiva, que facilita o manuseio cotidiano e o treinamento de colaboradores. Dessa forma, a empresa que antes fazia “apenas” entregas, passou a emprestar tecnologia para outras empresas, ampliando o portfólio de produtos e seu campo de atuação. Hoje, uma dezena de empresas já utiliza a tecnologia da Eu Entrego para gerir suas próprias entregas, seja com frotas próprias, seja com transportadoras terceirizadas. E o objetivo, de acordo com o CEO Vinicius Pessin, é que até o final de 2023 a plataforma Envoy seja responsável por mais 30% do faturamento da empresa.

“A Eu Entrego é uma empresa de tecnologia criada para resolver problemas logísticos. Fundada por empreendedores com vasta experiência no comercio eletrônico, teve seu maior desafio resolver a última milha para seus clientes considerando preço, prazo e sazonialidade. Para isso, criou uma plataforma que conecta entregadores autônomos a grandes varejistas e, assim, conseguiu desenvolver uma malha logística enorme pronta para atender todos os desafios do novo varejo, com consumidores cada vez mais exigentes”, explica João Machado – Co-Founder e CTO da EuEntrego.

Case RiHappy

A empresa parceira da Eu Entrego vive um momento importante de transição. Desde 2020, o grupo RiHappy (composto de três empresas) tem mudado seu posicionamento de uma rede varejista de brinquedos para ser um ecossistema de entretenimento e diversão. Nessa transição, uma das propostas foi abandonar o modelo de lojas como “supermercados de brinquedos” e colocar o brincar em evidência, criando espaços de interação para as crianças e a família.

Outra ação, baseada em análises de mercado, foi implementar entregas com frota própria em centros estratégicos, como São Paulo, onde há um grande volume de entregas. Nesse ponto foi necessário pensar a logística da operação, e a Eu Entrego surgiu como solução, conforme explica o Diretor de Logística da RiHappy, (Marcos Roza de Araujo): “Surgiu uma necessidade que é: como roteirizar essas entregas de forma inteligente sem depender dos grandes players? Nós já vínhamos de um ótimo relacionamento com a Eu Entrego, e diante dos projetos que nos entregasse um modelo autônomo, conectado a nossa meta de ter o cliente no centro de tudo que pensamos, aí foi só uma questão de fazer alguns ajustes para passar a utilizar a plataforma”.

Após a implementação do Envoy, mais de 30% da geolocalização foi automatizada. Assim, a Ri Happy passou a realizar entregas diárias na grande São Paulo com eficiência de 99,5 % nas rotas.

Case Bemol

A Bemol é uma rede de lojas de departamento com sede em Manaus e presente em quatro estados da região norte: Amazonas, Roraima, Rondônia e Acre. Com a pandemia, a empresa teve um grande crescimento de vendas no digital e precisou complementar suas frotas, com entregas terceirizadas. Foi quando se tornou parceira da Eu Entrego, que passou a entregar o excedente das vendas da Bemol.

Quando, porém, os consumidores passaram a ter mais confiança em sair de casa e voltaram a visitar as lojas e comprar presencialmente, naturalmente a demanda por entregas retornou aos níveis normais. Em função dos custos, já não fazia sentido para a Bemol manter as entregas terceirizadas, mas havia grande interesse em implementar a plataforma da Eu Entrego para gestão das entregas próprias. O piloto do projeto foi implementado entre o final de 2021 e o início de 2022 e já traz bons resultados: “Deixou nosso processo mais simples, mais fluido, e de quebra é um pouco mais barato do que o nosso sistema tradicional de roteirização” comenta Danilo Garcia, Gerente Geral de Logística da Bemol.

Com a adoção do Envoy, mais de 99% da geolocalização foi automatizada. Assim, a Bemol passou a realizar 1500 entregas diárias, com eficiência de 93% nas rotas.

Share This Post

Post Comment