Segurança de Dados: principais tendências para 2023

Segurança de Dados: principais tendências para 2023

Os dados hoje são a força vital para os negócios. Sem acesso a dados e sistemas críticos, a empresa está totalmente vulnerável frente ao mercado. Estar protegido contra as ameaças mais recentes aos seus dados e as ferramentas que você pode usar para protegê-los é vital.

Neste contexto, a Arcserve, um dos principais fornecedores globais de proteção de dados e provedor de plataforma unificada de resiliência de dados, aponta quatro tendências para 2023 nesse delicado campo da segurança.

1. Uma interrupção maciça de SaaS poderá atuar como um alerta

Empresas em todo o mundo estão cada vez mais consumindo software como serviço, em vez de executar sua própria infraestrutura de TI no local. Imagine se um serviço como o Microsoft 365 tiver uma grande interrupção. É importante ter consciência de que os provedores de SaaS de primeira linha garantem seu serviço, mas não garantem a segurança de seus dados. Por isso é necessário ter software de terceiros para sobreviver a uma interrupção e proteger seus dados a longo prazo.

O armazenamento imutável de objetos é uma ferramenta de segurança de dados de última geração que protege continuamente as informações tirando instantâneos a cada 90 segundos. Ele garante que, mesmo no caso de uma interrupção significativa de SaaS, você possa recuperar rapidamente seus dados. Isto pode ser a diferença entre a sobrevivência ou não da empresa.

2. O corte de custos causará mais danos do que benefícios

Com a espiral descontrolada dos preços da energia e a inflação, as empresas em geral implementarão a otimização de custos em 2023. Mas uma coisa que as organizações não podem se dar ao luxo de fazer é reduzir seus esforços de proteção de dados. Mesmo que elas repensem seus gastos operacionais para lidar com a inflação, elas ainda precisam investir na proteção, armazenamento e backup de seus dados. O mais recente Relatório de Custo de uma Violação de Dados da IBM descobriu que o custo médio de uma violação para uma empresa dos EUA em 2022 foi de US $ 9,44 milhões. Garantir que quaisquer cortes no orçamento tenham um impacto mínimo nas operações do negócio é a melhor forma de prevenir grandes danos financeiros e de imagem.

3. As empresas terão que alocar seus orçamentos de segurança com precisão

Muitas empresas reduzirão seus custos. Aquelas que o fazem devem estar cientes de que este é o momento esperado pelos cibercriminosos. Eles estão sempre procurando vulnerabilidades. Portanto, as empresas que consideram medidas econômicas devem fazê-lo com sabedoria e analisar onde alocam seu orçamento em relação à segurança dos dados.

Hoje, a maioria das empresas investe no básico, como firewalls, antivírus e soluções de detecção de intrusão. Mas os criminosos inevitavelmente passarão por essas defesas pelo menos uma vez. É vital ter um plano para essa eventualidade e alocar seu orçamento de segurança de acordo. Para cada centavo gasto em firewalls ou soluções antivírus, é fundamental gastar outro centavo em soluções de backup e de rápida recuperação dos dados após um ataque cibernético.

4. É imperativo proteger os dados colocados em risco pelos trabalhadores remotos

A maioria das organizações implementou com sucesso programas de trabalho remoto ou híbrido durante a pandemia. Muitos continuarão essas políticas em 2023 porque sabem que protegerão a saúde financeira de suas empresas, mantendo os funcionários mais felizes, engajados e produtivos. Muitas pessoas preferem trabalhar em casa em vez de se deslocar para o escritório porque, com o alto preço da gasolina e os congestionamentos, podem economizar dinheiro e tempo não dirigindo. Muitas empresas estão descobrindo que, com menos trabalhadores no escritório, podem economizar em suas contas de serviços públicos.

A questão central é que quando os funcionários estão remotos, os dados ficam ainda mais fragmentados e as vulnerabilidades se expandem. Agora que o trabalho híbrido veio para ficar, as empresas em 2023 precisarão buscar soluções simples e de baixo custo que possam efetivamente fazer backup e proteger dados em seus ambientes remotos sem a necessidade de implantar novos recursos ou aportar novos investimentos.

Em um mundo em um ritmo cada vez mais acelerado – e cada vez mais imprevisível – os desafios de negócios de todos os tipos estão se tornando mais difíceis de serem identificados e resolvidos. A proteção de dados é uma delas. As empresas que o fizerem com sucesso em 2023 e nos anos seguintes permanecerão à frente ao implementar as ferramentas e estratégias inovadoras necessárias para proteger seus dados e avançar com competência e confiança em um ambiente cada vez mais repleto de ameaças.

Share This Post

Post Comment