Com a nova tríade consistindo de feira de negócios, conferências e networking, em um ambiente festivo, a nova CEBIT ofereceu uma visão fascinante sobre a digitalização da economia e da sociedade. A nova e renovada CEBIT teve uma estreia bem-sucedida, com mais de 2.800 empresas participantes, mais de 600 palestrantes em dez palcos e 370 startups da Europa, África e Ásia, transformando Hannover no hotspot da digitalização do mundo em um período de cinco dias.

Foram mais de 120.000 participantes que tiveram a possibilidade de assistir a mais de 1.200 painéis e sessões com keynotes. Mais de 2.000 jornalistas de 54 países acompanharam, de 11 a 15 de junho desse ano,  em Hannover – Alemanha, um dos maiores eventos de transformação digital para influenciadores, criadores de conteúdo e marcas.

Abordando temas como Inteligência Artificial, Robótica, Internet das Coisas, Mobilidade Futura, Drones e Sistemas não tripulados, Blockchain, Realidade Virtual e Realidade Aumentada, os congressistas puderam avaliar e classificar, pelo grau de importância, as principais tendências em tecnologias e o quanto delas já empregam em seu dia-a-dia:

 

Tecnologia Grau de importância Já em uso
Internet das Coisas (IOT) 52% 15%
Cyber Security 48% 13%
Inteligência Artificial 46% 8%
Cloud Computing 41% 20%
Mobility 41% 6%
Data Analitics & Management 39% 13%
AR/VR (Realidade aumentada e Realidade Virtual 37% 10%
Smart City 36% 6%
Blockchain 36% 8%
Mobile Payments 31% 17%
Chatbots 18% 10%

 

Sobre os principais temas abordados

Inteligência artificial

Os sistemas de autoaprendizagem foram um tema de referência na CEBIT deste ano. A Hewlett Packard Enterprise demonstrou como os computadores poderão em breve comparar milhões de sintomas de doenças de várias fontes diferentes, a fim de identificar a medicação ideal para um paciente em particular. No estande da IBM, os visitantes foram apresentados a um assistente inteligente, equipado com controle de voz, câmeras e sensores, que está apoiando o astronauta alemão Alexander Gerst durante sua missão na estação espacial da ISS. As tecnologias da AI também oferecem benefícios reais no espaço de trabalho digital: assistentes como o Alexa ou chatbots respondem a instruções de voz humana para simplificar a operação de muitas novas ferramentas de software.

 

Robótica

A inteligência artificial parece ainda mais impressionante quando se manifesta em forma quase humana. O robô humanóide "Pepper" da SoftBank Robotics reage aos sentimentos humanos e responde a perguntas sobre produtos e serviços. Na interface entre pesquisa e indústria, instituições de pesquisa também estiveram presentes na CEBIT para mostrar suas últimas inovações. O Instituto de Tecnologia de Karlsruhe (KIT) apresentou seu robô "ARMAR-6", que auxilia seus colegas humanos na operação de exercícios de força e também é capaz de aprender como usar novas ferramentas através de observação simples. A colaboração eficiente e confiável entre humanos e robôs em um ambiente de produção da Indústria 4.0 foi o tema de uma exposição do Centro Alemão de Pesquisa de Inteligência Artificial (DFKI). Um destaque na CEBIT deste ano foi a palestra visionária de Marc Raibert, fundador e CEO da empresa americana Boston Dynamics, que ilustrou as incríveis oportunidades que estão agora ao alcance através de um cão robô de quatro patas, que é capaz de se mover de forma autônoma em terreno acidentado.

 

Internet das Coisas

Com o advento da tecnologia 5G, os dados móveis sem fio estão prestes a dar um salto quântico. Agora, as comunicações de dados em tempo real possibilitam a implementação instantânea de muitos dos novos aplicativos de IoT. A exposição no estande da Vodafone, por exemplo, mostrou aos visitantes como os robôs 5G conectados sem fio podem aprender uns com os outros, mesmo quando fisicamente separados por centenas de quilômetros. No futuro, a Internet das Coisas incluirá até pneus para caminhões equipados com sensores, oferecendo aos operadores de frotas a oportunidade de monitorar remotamente as temperaturas e pressões usando um aplicativo. Os temas "Manutenção Preditiva" e "Cidade Inteligente" também foram destaque. A Huawei apresentou seu sistema inteligente para áreas metropolitanas para reduzir o problema do aumento do volume de tráfego e da poluição ambiental. Enquanto isso, a Software AG apresentou um processo para melhorar drasticamente o descarte de resíduos e a manutenção de iluminação pública defeituosa, com sensores inteligentes em latas de lixo e conceitos de iluminação pública conectados.


Mobilidade futura


Com foco nos conceitos de mobilidade inteligente, a Volkswagen estava celebrando uma estréia mundial com seu carro robô "Sedric Active". O grupo planeja implementar a visão de "mobilidade por botões" dentro de alguns anos. Junto com a condução autônoma, os monitores também se concentravam em tópicos como computação quântica e compartilhamento de carros. O General German Automobile Club (ADAC) apresentou-se como plataforma de startups e jovens empresas do setor de mobilidade, enquanto a Deutsche Bahn apresentou o trem regional do futuro, com serviços de passageiros multimídia. Idéias inovadoras de mobilidade elétrica foram exibidas nos estandes e.Go e IONITY, com um ônibus elétrico autônomo e uma viagem de realidade virtual para a mobilidade eletrônica do futuro.

 

Drones e sistemas não tripulados


Juntamente com monitores apresentando temas como "voos não tripulados" e "drones para proteção da vida selvagem", os visitantes também tiveram acesso a especialistas para informações e conselhos básicos. Os visitantes do estande da Intel receberam uma exibição do primeiro drone taxi, o "Volocopter", que já recebeu a certificação para vôos tripulados. Tivemos a apresentação de 300 drones equipados com LEDs criando um espetáculo impressionante no céu noturno.

 

Blockchain

Outro tema bastante debatido na CEBIT foi o blockchain. Várias empresas demonstraram que essa tecnologia é adequada para transmissão de dados segura na IoT e também para serviços de troca de energia renovável ou compartilhamento de carros. Em uma apresentação um pouco diferente, a DXC Technology exibiu um robô misturando bebidas que haviam sido encomendadas usando uma cadeia de pedidos baseada em blockchain.

 

Outros destaques

Principais palestrantes, startups e influenciadores - Do pioneiro da internet Jaron Lanier, o homem que denunciou o modelo de negócios das gigantes empresas de internet, à "hacker de memória" Julia Shaw, que revelou como a memória humana pode ser manipulada, e ao especialista em segurança Mikka Hyppönen, que chamou a atenção para formas qualitativamente novas do ataque cibernético ("para proteger dados confidenciais contra acesso não autorizado, não é suficiente colocá-los em segurança - também precisamos de sensores de movimento dentro do cofre") - a CEBIT deste ano ofereceu uma série sem precedentes de palestras e apresentações excepcionais. Diversas novas ideias também surgiram da plataforma de startups, que estabeleceu o CEBIT como o principal evento de startups da Europa.

Mais de 350 empresas jovens de 40 países puderam conhecer os principais players e investidores de capital estabelecidos. Além de ser um evento de negócios de altíssimo nível, a nova CEBIT foi um festival para todos, com shows ao ar livre de músicos como Jan Delay, Mando Diao e Giant Rooks, além de outros shows e sets de DJ.

 

Próxima – 24 a 28 de junho de 2019 – Hannover – Alemanha – Programe-se!

José Guilherme Junqueira Dias de Souza é Diretor da Metrofile Gestão da Informação Ltda, Membro do Conselho Técnico do Instituto Information Management e Diretor da ABEINFO e participou da Cebit 2018