Com mais de 30 anos no mercado de tecnologia nacional, sendo pioneira em soluções em Big Data, a Stone Age inicia o ano de 2018 com um crescimento da margem de lucro de 104%, sendo que considerando o acumulado desde 2015, atinge o percentual de 296%. Já o faturamento obteve crescimento de 46% nos últimos dois anos. Segundo Rodrigo Cordeiro, sócio da empresa, a estratégia para alcançar tal projeção vem sendo implantada há três anos.

Desde 2015, a Stone Age vem se reestruturando e se renovando, oferecendo ao mercado ferramentas e soluções capazes de otimizar processos, reduzir custos e alavancar o ganho de escala. Ao longo dessa trajetória, a empresa ampliou a sua área de atuação, desenvolvendo novos produtos e buscando parcerias, o que resultou na conquista de novos segmentos no mercado nacional.

“Fizemos apostas arrojadas, mas muito estratégicas. Focamos em parcerias com grandes empresas da área de TI, o que nos permitiu a conquista de novos prospects, além de uma grande ampliação no atendimento dos clientes de longa data. Em paralelo a isso, nos dedicamos ao desenvolvimento de novos produtos capazes de atender ao maior número de empresas e demandas, de maneira extremamente rápida. Um exemplo disso é a solução ‘Stone Age Deep Dig’, capaz de dar ao usuário de negócios o poder de preparar, enriquecer e transformar dados em grande escala com facilidade e agilidade, preparando as informações para serem analisadas” – revela Cordeiro.

Agora, a Stone Age inicia 2018 rumo à internacionalização da empresa. Um processo que vem sendo estudado meticulosamente desde o começo de 2017 e que está sendo iniciado agora. A porta de entrada será Portugal, visando todo o mercado europeu, através da parceria com empresas europeias. Num segundo momento, de acordo com Cordeiro, outras frentes serão traçadas. “Queremos expandir a nossa possiblilidade de entrega na Europa com soluções estratégicas, como Deep Dig, DHX, Mesa de Decisão e Contact Gateway” – completa.