A SAP anuncia o lançamento da solução SAP Patient Relationship Management, desenvolvida para ajudar prestadores de serviços de saúde a melhor se relacionar com pacientes cada vez mais assertivos, esclarecidos e sensíveis a custo. O aplicativo promove a qualidade na prestação de serviços de saúde, colocando o paciente no centro do atendimento e oferecendo uma experiência individualizada.plano_de_saude_medicos

Com o SAP Patient Relationship Management, os prestadores de serviços de saúde podem manter uma visão holística de cada paciente para adequar as ofertas e decisões de tratamento. A solução também oferece uma análise integrada para apoiar as iniciativas de melhoria contínua dos serviços, fundamentando a fidelidade do consumidor a longo prazo.

Os pacientes estão exigindo cada vez mais o mesmo controle de qualidade sobre a sua experiência de consumo do serviço de saúde, assim como ocorre em outros setores, como varejo e finanças. “O aplicativo tem o objetivo de ajudar os prestadores de serviço de saúde a lidar melhor com múltiplos desafios como tratamento, aspectos administrativos e agilidade na interação com o consumidor”, explica Paulo Carletti, diretor de Indústria e Engenharia de Valor da SAP América Latina.

Segundo a consultoria de mercado Gartner, hoje, as decisões de compra na área de saúde são direcionadas por diversos fatores e não só pela questão de custo. Elas também são formadas com base na opinião de parentes e pessoas mais próximas e em relatos da experiência do consumidor em geral, levantados nas redes sociais.

A nova solução ajuda a otimizar a experiência do paciente ao longo do tratamento e os seus recursos integrados de análise de dados fornecem uma maneira simples de medir o desempenho do procedimento em questão. Por outro lado, os prestadores de serviços de saúde podem acompanhar os resultados do tratamento e ter um maior controle nas relações com os pacientes.

Mudança de comportamento do consumidor

De acordo com recente estudo do Gartner intitulado “A Superior Patient Experience Is a Meaningful Measure of Care Quality” e produzido por Barry Runyon, os CIOs de organizações de saúde estão sendo confrontados com um novo tipo de paciente que espera ser tratado como um cliente valioso.

O relatório destaca ainda que a cultura centrada no cliente é fundamental para prestadores de serviços de saúde que pretendem proteger e aumentar suas receitas em um ambiente cada vez mais competitivo. Antes quase imune a pressões dos consumidores, o setor de saúde — em todos os países, independentemente do quadro regulatório — deve estar preparado para competir em um cenário global, em que consumidores cruzam fronteiras de seus países para conseguir o melhor valor para seu investimento em tratamentos e acompanhamento médico.