A Tibco é uma das principais provedoras corporativas de sistemas de análise de big data. Com uma solução que oferece informações em tempo real para o gestor, após conquistar cerca de 4 mil clientes nos EUA, Europa e Ásia, a empresa expande seus negócios para o Brasil, Turquia, Rússia e Indonésia.
murrat
Confira abaixo nossa entrevista com Murat Sonmez, vice-presidente executivo de field operations (operações de campo) da Tibco.

Information Management: Quais são os objetivos da empresa atualmente, em âmbito global?
Murat Sonmez: Se olharmos para a Tibco como um todo, vemos que a empresa ultrapassou a barreira dos US$ 1 bilhão de receita no ano passado, estamos em um grande crescimento. Para nós, três coisas importam: contratar todas as melhores profissionais, em todo o planeta; crescer lucrativamente; e manter o foco em nossos clientes. Inicialmente, investimos em mercados estabelecidos, como EUA, Austrália, Cingapura e Japão. E neste ano, decidimos expandir nossos negócios para as áreas emergentes. Já estamos no Brasil há nove anos e já temos clientes importantes. Mas neste ano, vamos investir para aumentar nossa presença no país, bem como na Turquia, Indonésia e Rússia.

IM: Em qual setor do mercado corporativo a Tibco investirá no Brasil?
Murat Sonmez: 90% dos nossos negócios hoje giram em torno do big data. Com a geração cada vez maior de dados, a Tibco vê uma oportunidade nesse mercado. É uma grande ameaça para ‘empresas do século XX’, que apenas armazenam dados em um Data Center e os observam apenas depois que as coisas aconteceram. Isso é totalmente inútil. O que fazemos é analisar essas informações em tempo real para que o gestor possa tomar decisões antes que seja tarde demais. Também conseguimos identificar possíveis tendências para prever eventos e tomar medidas para evitá-los.

IM: Quantos clientes vocês possuem globalmente?
Murat Sonmez: Temos cerca de 4 mil clientes no mundo atualmente.

IM: Vocês já possuem escritórios no Brasil?
Murat Sonmez: Temos, sim, são três: em São Paulo, Rio e Brasília. Temos cerca de 25 funcionários no país. Vemos uma grande oportunidade no mercado brasileiro. Há mais de 1 bilhão de smartphones no mundo, alguns deles com capacidade de computação até 100 vezes maior do que o computador que levou o homem à Lua em 1969. O Brasil tem uma economia e uma população dinâmicas, empresas estabelecidas de mídia, telecomunicações, fornecedores, bancos, etc, por isso, resolvemos nos dedicar ao país.