A Lenovo, maior fabricante de PCs do Brasil e do mundo, anuncia a aquisição da unidade de servidores x86 da IBM. O acordo inclui o System x, Blade Center, servidores e comutadores Flex System Blade, sistemas integrados x86-based Flex, servidores NeXtScale e iDataPlex, além de outros softwares relacionados, operação de rede e manutenção. A aquisição foi concretizada por US$2,3 bilhões, sendo que dois bilhões serão pagos em dinheiro e o restante sob a forma de ações da Lenovo.servidores

A IBM continuará com a sua linha de mainframes System z, Power Systems, Storage Systems, servidores Power-based Flex, e com as plataformas PureApplication e PureData.

O contrato dá continuidade à colaboração de longa data entre as empresas que teve início em 2005, quando a Lenovo adquiriu a unidade de PCs da IBM, que incluiu a linha ThinkPad de PCs. Desde aquela época, as empresas continuaram a cooperar em diversas áreas.

A IBM continuará com o desenvolvimento e aprimoramento do seu portfólio de software Windows e Linux para a plataforma x86.  A IBM é uma empresa de ponta no desenvolvimento de software para servidores x86, tendo milhares de produtos e dezenas de milhares de profissionais de serviços e de desenvolvimento de software engajados na criação de softwares para os sistemas x86.

A Lenovo e a IBM planejam manter um relacionamento estratégico que deverá incluir um contrato global OEM e de revenda de sistemas de armazenagem em disco Storwize midrange, sistema de armazenagem em fita, IBM General Parallel File System , oferta de inclusão no SmartCloud Entry, além das soluções Platform Computing e sistema Director.

Após a finalização da transação, a Lenovo assume os serviços relacionados ao cliente e à manutenção da operação. A IBM continuará a fornecer manutenção por meio da Lenovo por um período prolongado.

Cerca de 7.500 funcionários da IBM em todo o mundo, inclusive os que estão localizados nos maiores centros, tais como Raleigh, Shanghai, Shenzhen e Taipé, deverão receber ofertas de trabalho por parte da Lenovo.

Este acordo ocorre após o anúncio da IBM de que a empresa investirá mais de US$1 bilhão no novo Grupo IBM Watson, e US$1,2 bilhões para a expansão de sua unidade de computação em nuvem para 40 data centers em 15 países e cinco continentes.

"A aquisição integra mais um dos investimentos da Lenovo em novos negócios que possam ampliar a nossa estratégia PC Plus," afirmou Yang Yuanqing, presidente e CEO da Lenovo. "Estamos confiantes de que, com a estratégia certa, inovação e compromisso com a plataforma x86, poderemos fazer esta área crescer com sucesso à longo prazo, da mesma forma como fizemos com a nossa área de PCs no mundo todo."

"Esta transação permite à IBM focar em inovações de sistemas e software que possam trazer novos valores às áreas estratégicas de nossa empresa, tais como computação cognitiva, Big Data e nuvem," afirmou Steve Mills, vice-presidente sênior e executivo do Grupo IBM Software and Systems.

A transação está sujeita à aprovação dos órgãos regulatórios, às condições normais de fechamento e quaisquer outras autorizações que se façam necessárias. Os fechamentos locais subsequentes deverão ocorrer em condições e com acordos similares, que tenham processo de consulta e informação nos países pertinentes. Enquanto a transação estiver sendo concluída, ambas as empresas não prevêem qualquer mudança em suas operações atuais.