Este ano entra em vigor o eSocial, projeto do Governo Federal que obriga as empresas a enviarem de forma unificada e digital as informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais de seus empregados. Embora não se trate de uma nova legislação e garanta mais segurança nos dados transmitidos, o processo de migração e adaptação implicará em desafios para os empregadores.  e-social

No intuito de facilitar a adequação de seus clientes a esta nova obrigação, a Senior - uma das maiores desenvolvedoras de sistemas de gestão no Brasil e especializada em softwares para recursos humanos – lança um aplicativo que analisa a base de dados e detecta inconsistências. “A verificação contempla os campos requeridos pela obrigatoriedade e as novas parametrizações exigidas pelo sistema. Como resultado, aponta um plano de ação para corrigir as informações incompatíveis”, explica o gerente de Produto da Senior, Ricardo Kremer.

Para auxiliar ainda mais as empresas a se adaptarem às novas obrigações com o menor impacto possível em suas operações, a Senior lança, ainda, novas funcionalidades em suas soluções de Gestão de Pessoas e ERP. No Gestão de Pessoas, um novo módulo fará a transmissão das informações dos empregadores para o ambiente do Governo de forma automática. No ERP, a novidade fica por conta da extração dos documentos fiscais destinados ao eSocial de forma desvinculada das rotinas operacionais da empresa. “O grande volume de dados nos sistemas exige também uma infraestrutura adequada, na empresa ou em cloud computing”, conta Kremer.

O investimento da Senior não se restringe apenas aos softwares, a empresa formou uma equipe de consultoria treinada especialmente para diagnosticar rupturas nos processos e revisar a sistemática dos negócios dos clientes. Segundo Ricardo Kremer, a partir desse deste diagnóstico, apontamos as adequações necessárias perante as exigências do eSocial. “O desafio é muito grande, por isso, é muito importante que os gestores não deixem para diagnosticar e adequar seus processos na última hora”, aconselha.


O eSocial

 

O eSocial é um projeto do governo federal que unifica, integra e padroniza o envio de informações pelo empregador em relação aos seus empregados.

Todas as obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais sobre qualquer forma de trabalho contratada no Brasil farão parte do eSocial, que eliminará uma série de informativos enviados atualmente pelas empresas a vários entes do governo, como a GFIP (Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social), o CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), a RAIS (Relação Anual de Informações Sociais), a GPS (Guia da Previdência Social) e a DIRF (Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte).

O projeto abrangerá, além da escrituração da folha de pagamento, eventos como a contratação de funcionários, alterações posteriores de cargos, horários, rescisões de contrato, ações trabalhistas e dissídios, entre outros, que serão enviados ao governo para um único repositório digital.