Uma nova edição do Índice de Segurança Unisys aponta que mais de três quartos dos brasileiros (79%) estão seriamente preocupados com sua própria segurança. No primeiro semestre de 2011, essa parcela correspondia a 63% dos respondentes. A pesquisa também indica que 69% dos entrevistados se preocupam muito com o roubo de identidade, isto é, o acesso não autorizado aos seus dados pessoais. No ano passado, 77% afirmaram temer essa possibilidade.

De acordo com a apuração, o tema Segurança Pessoal registrou pontuação de 195 no País, em uma escala que vai até 300. O levantamento foi realizado em 12 países e o resultado faz do Brasil o terceiro mais preocupado do mundo com o assunto, atrás somente do México (203 pontos no Índice) e de Hong Kong (200 pontos). No entanto, no México e em Hong Kong – os dois primeiros colocados do ranking – o maior temor dos respondentes está relacionado ao roubo de identidade. Já no Brasil, a maior preocupação dos pesquisados, quando o assunto é Segurança Pessoal, diz respeito à própria segurança, isto é, individual.

O Índice de Segurança Unisys também avaliou a percepção dos brasileiros nas áreas de segurança financeira, segurança na internet e segurança nacional. A pontuação global do Brasil – abrangendo as quatro divisões de segurança pesquisadas, inclusive a pessoal – foi de 176, a quarta mais alta entre os 12 países participantes.