A solução da Wolters Kluwer Health, utilizada inclusive no Brasil, traz protocolos interativos que ajudam a reduzir a variabilidade do cuidado, a prescrição desnecessária, além de auxiliar nas interpretações de exames laboratoriais que evitam a realização novos procedimentos injustificados

Wolters Kluwer Health anunciou recentemente que o uso do UpToDate® Advanced, como uma solução para entregar uma melhor atenção e reduzir a variabilidade no cuidado com pacientes continua crescendo de forma significativa em todo o mundo, desde o seu lançamento em 2018. Em 16 meses, 700 hospitais e sistemas de saúde distribuídos em 25 países, e mais 17 mil assinantes individuais do UpToDate provenientes de 139 países, já estão usando a solução para melhorar a qualidade do atendimento ao paciente e reduzir a variabilidade do cuidado.

A variabilidade do cuidado é extremamente onerosa para instituições de saúde. Após avaliar essa problemática em 468 hospitais, a Advisory Board - empresa de melhores práticas que utiliza uma combinação de pesquisa, tecnologia e consultoria para melhorar o desempenho das organizações de assistência médica em todo o mundo –, revelou que entregando cuidados em linha às melhores práticas de hospitais de alta qualidade, uma instituição de saúde pode economizar mais de US$29 milhões anualmente.

O UpToDate Advanced fornece os subsídios necessários para que os médicos possam tomar decisões apropriadas de tratamento por meio de evidências clínicas já comprovadas e, com isso, direcionar o tratamento em condições de saúde que normalmente levam à variabilidade do cuidado. A solução traz duas funcionalidades diferentes, o UpToDate® Pathways e o Lab Interpretation™, que podem ser utilizadas pelos profissionais da saúde para dar suporte às suas decisões clínicas, em diferentes momentos do cuidado, desde a triagem, exames de diagnósticos, tratamento e até internação. No UpToDate® Pathways os protocolos podem ser construídos tanto no formato fluxograma/árvore de decisão ou em tópicos que descrevem mais profundamente cada uma das etapas, ambas atendendo os padrões nacionais e internacionais que garantem a qualidade do atendimento.

"Instituições de saúde em todo o mundo trabalham arduamente para reduzirem a variabilidade do cuidado que impede um resultado mais efetivo", comenta Priti Shah, Vice-Presidente de Produtos e Soluções de Efetividade Clínica da Wolters Kluwer Health. "Estamos comprometidos em apoiar os nossos clientes a oferecerem o melhor tratamento para seus pacientes, e o UpToDate Advanced que ajuda a tornar isso possível ao disponibilizar 58 protocolos interativos (Pathways) que cobrem as condições de saúde nas quais a variabilidade do cuidado já é conhecida", acrescenta.

Os profissionais da saúde também podem acessar por meio do Lab Interpretation™, a mais de 100 temas suportam as interpretações de exames laboratoriais. A funcionalidade tem como objetivo reduzir os exames desnecessários, evitar erro nos diagnósticos e desfechos adversos para os pacientes devido à falha na interpretação de exames, aspectos esses responsáveis também pela variabilidade do cuidado. Orientações concisas guiam para ação imediata, ou seja, não apenas para avaliação, mas também para determinar se são necessários futuros procedimentos ou medicamentos a prescrever.

Em 2019, de acordo com pesquisas internas, o UpToDate Advanced ajudou a solucionar casos clínicos complexos, como fibrilação atrial, hiponatremia, hipertensão, diabetes tipo 2, entre outros.

Eduardo Guilherme Sanchez, Supervisor Médico do Hospital Quinta D'OR, instituição que fica no Rio de Janeiro (RJ), explica que começou a usar o UpToDate Advanced para atendimento a pacientes com hiponatremia e embolia pulmonar. "A solução é muito eficiente no processo de decisão clínica em casos complexos referentes a estes temas comuns. Recentemente, eu tive um caso de hiponatremia recorrente e síndrome de secreção inapropriada de hormônio antidiurético. Eu consegui classificar e tratar o paciente adequadamente com ureia graças ao UpToDate Pathways e seus protocolos interativos de cuidado, baseados em evidência", comenta.

Dr. Sanchez é endocrinologista e soma mais de 30 anos de experiência em Medicina Hospitalar. À frente da supervisão médica do Hospital Quinta D'Or, Sanchez dedica a maior parte de seu tempo ao cuidado de pacientes de casos complexos. Atualmente, o Hospital dispõe de mais de 340 leitos, entre quartos, Terapia Intensiva e Semi-Intensiva, Emergência. São realizados procedimentos e cirurgias de alta complexidade como cirurgias oncológicas e transplantes de fígado e de medula óssea.

Para mais informações sobre como o UpToDate Advanced pode ajudar a sua organização, visite o site:www.uptodate.com/home/uptodate-advanced