Laércio Morato (*)

Você, provavelmente, já deve ter ouvido alguém falar sobre um pitch deck ou mesmo ter visto um. Usualmente, chama-se de pitch deck as apresentações de empresas que estão em busca de investimentos para seus projetos e ideias. Mas, a verdade é que se pode elaborar um pitch para diversos outros motivos: apresentações institucionais, propostas de iniciativas de inovação, projetos de melhoria ou redução de custos, entre outros.

Um pitch pode ser comparado a um roteiro de um filme ou de um livro de ficção: traz um vilão (o problema ou desafio enfrentado), um herói (a ideia de resolução de problema), os aliados do herói (time envolvido) e a aventura do herói para derrotar o vilão (forma com que se planeja solucionar o problema).

É recomendado que esse pitch tenha cerca de 10 a 15 slides. Abaixo detalharemos, em 5 capítulos, como elaborar esse material.

Capítulo 1. O problema - 2 ou 3 slides

Em primeiro lugar deve-se apresentar o desafio enfrentado e qual a sua relevância. Ou seja, introduzir ao público quem é o vilão a ser derrotado.

Nesse momento, é muito importante convencer o público que o desafio é real e relevante. Pense em Star Wars sem Darth Vader, um Senhor dos Anéis sem Sauron ou Os Vingadores sem Thanos.

Para estruturar a apresentação, prepare 1 slide mostrando qual o tamanho do problema ou da oportunidade: tente buscar informações do tamanho do mercado que se pretende atacar, qual o custo de não resolver o problema apontado, quantas pessoas sua solução irá impactar, entre outros critérios que considerar relevante. Importante trazer dados concretos e a fonte de onde foram coletados.

Pense também, em um slide ilustrando quem é o público consumidor do seu produto ou serviço, qual área da empresa é impactada pelo problema e quais as principais dores enfrentadas.

Pode-se ainda, adicionar um slide extra mostrando porque o momento de resolver esse problema é agora. Não é um slide obrigatório, mas importante para o processo de convencimento.

Capítulo 2. A solução - 2 a 4 slides

Conhecido o vilão, vamos ao herói. Nessa sessão, é importante mostrar como será solucionado o problema ou o desafio apresentado.

Costuma-se mostrar em 1 ou 2 slides:

Uma apresentação de um modelo de negócios deve ilustrar qual será a forma de atuação (quais produtos e serviços irá vender) e qual será sua forma de receita. É de extrema importância mostrar uma ligação entre sua solução e a dor dos clientes.

Para projetos é válido mostrar como será estruturado o projeto (etapas) e quais as entregas esperadas em cada uma dessas etapas.

Caso esteja apresentando uma solução em andamento, vale trazer um slide contendo dados, histórico ou qualquer informação que dê a sensação de evolução da solução.

Outra parte importante a ser especificada nesse momento, caso haja informações suficientes, é em relação à forma de solucionar o problema. Por exemplo, mostrar o detalhamento da tecnologia a ser empregada, as etapas do projeto, os principais atributos do produto entre outros.

Afinal, se o seu herói já iniciou o treinamento para evoluir seu superpoder, por que manter isso em sigilo?

Capítulo 3. O mercado - 1 slide

O público deve saber onde se dará a épica batalha entre o bem e o mal. Crie um slide mostrando os substitutos à solução proposta. Ou seja, como o público resolve seus problemas atualmente, a quais produtos/serviços eles recorre e de qual concorrente costumam adquirir esse tipo de serviço.

Pode-se mostrar um mapa com os competidores, os processos que a área de sua empresa utiliza atualmente etc.

É importante evidenciar, nesse slide, qual o seu diferencial frente às soluções existentes.

Capítulo 4. O time - 1 ou 2 slides

Todo super-herói tem um time de apoio: a Comitiva do Anel, Han Solo, Chewbacca, Princesa Léia, Ron, Hermione entre muitos outros.

Logo, prepare um ou dois slides (dependendo do tamanho do seu time) mostrando quem está por trás da ideia, qual o papel de cada um na implementação e porque estão capacitados(as) para desempenhar aqueles papéis.

Caso haja investidores, patrocinadores, conselheiros ou qualquer outro tipo de apoio para a ideia/projeto é importante mostrar nessa sessão.

Capítulo 5 - O plano - 2 ou 3 slides

Por fim, deve-se mostrar ao leitor como se dará o plano da esperada batalha.

Monte um slide mostrando quais serão seus próximos passos, mostrando o que será feito em uma linha do tempo. Usualmente, mostra-se uma linha de 3 a 5 anos.

Por fim, deve-se mostrar uma projeção financeira (em 1 ou 2 slides), deixando claros o investimento necessário para tirar a ideia ou projeto do papel, como será utilizado esse recurso e qual o retorno esperado.

Gran Finale - 1 slide

Por fim, voltaremos ao começo. Pode parecer confuso, mas explicaremos melhor.

Ao terminar a elaboração da apresentação, vale um esforço para criar 1 slide resumo para mostrar sua ideia principal. É um slide extremamente relevante que para captar o interesse do seu público. Ele costuma conter uma breve explicação da solução e pode também abordar como será implementada essa solução.

Pense nele como um pequeno resumo da sua história que vai incentivar seu público a continuar atento à apresentação que vem a seguir (da mesma forma que um bom trailer faz com que queiramos assistir ao filme).

Fato é que a apresentação dos slides fará toda a diferença na hora de convencer a plateia de que o seu roteiro (sua ideia) é incrível, mas a simplicidade pode ser uma aliada e tanto da arte. Assim, coloque o que realmente for necessário em cada tópico e dê destaque às estatísticas, que são importantes para o investidor (o público-alvo). Não se esqueça que o principal objetivo do slide deve ser o de complementar o seu discurso. Este sim precisa ser o protagonista.

* Laércio Morato é consultor da Play Studio, consultoria de inovação e venture builder