Um ano após a aquisição da Politec, o Brasil passou a representar, em volume de negócios, o mais importante mercado internacional da Indra, uma das principais multinacionais de tecnologia da Europa e América Latina. No último ano, a empresa registrou um crescimento superior a 25% no país e reforçou ainda mais sua presença em importantes clientes no mercado financeiro, no qual fechou contratos que somam mais de 90 milhões de reais com a Caixa Econômica Federal; consolidou-se no mercado de telecomunicações, sendo que as cinco maiores operadoras do Brasil utilizam tecnologia Indra.

Além disso, merece destaque a posição alcançada pela Indra como principal fornecedor de sistemas de comunicações por satélite do Exército Brasileiro e a implantação de soluções inteligentes para a gestão do tráfego urbano nas regiões Sul e Sudeste do Brasil. Em razão do crescimento da operação internacional da Indra que já alcança mais de 50% das vendas da companhia e, especialmente pela destacada participação da América Latina nos resultados, a sede internacional da companhia foi transferida em 2012 para o Brasil, a partir de onde a operação é comandada por Emílio Diaz, diretor geral internacional e presidente da Indra no Brasil.

“Para a Indra, a aposta pela inovação e desenvolvimento próprio tem sido sempre um diferencial competitivo. Existe algo muito característico na empresa que é a capacidade de competir em qualquer lugar do mundo. Isto em grande parte acontece por contarmos com os talentos em cada país e poder reuni-los para desenvolver as melhores soluções próprias”, ressalta o diretor geral internacional e presidente da Indra no Brasil, Emilio Díaz.